Cuiabá, 08 de Fevereiro de 2023
logo

11 de Outubro de 2022, 10h:03 - A | A

NACIONAL / ALÍVIO

Brasil tem deflação pelo 3º mês seguido: índice é de -0,29% em setembro

Índice acumulado no ano é de 4,09%. Preço dos combustíveis é novamente responsável pela queda na inflação

DEDORAH HANA CARDOSO, ANA FLÁVIA CASTRO
METRÓPOLES



O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial, recuou 0,29% em setembro, sendo o terceiro mês de deflação. De acordo com o índice, a inflação acumulada no ano é de 4,09% e, nos últimos 12 meses, de 7,17%. A queda deste mês se apresentou menor que as registradas em julho (-0,68%) e em agosto (-0,36%). O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados nesta terça-feira (11/10).

Novamente, o recuo foi puxado pelo grupo dos transportes (-1,98%). O setor exerceu o maior impacto para que o índice geral fosse negativo, contribuindo com -0,41 ponto percentual. Em setembro, com queda de 8,33%, a gasolina teve o peso mais intenso no IPCA, com diminuição de 0,42 ponto percentual.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Os outros três combustíveis pesquisados também tiveram redução nos preços: etanol (-12,43%), óleo diesel (-4,57%) e gás veicular (-0,23%).

Com isso, os produtos nas prateleiras dos supermercados também começaram a refletir preços menores. O grupo alimentação e bebidas passou de alta de 0,24%, em agosto, para queda de 0,51%, em setembro, puxado pela alimentação no domicílio (-0,86%).

“Os alimentos vinham apresentando crescimento desde o começo do ano, inclusive altas fortes em março (2,42%) e abril (2,06%). Essa queda de setembro é a primeira desde novembro de 2021 (-0,04%)”, afirma Pedro Kislanov, gerente da pesquisa.

Dos produtos que os consumidores vinham reclamando de maior encarecimento, a caixinha de leite longa vida registrou queda de 13,71%, que contribuiu com -0,15 ponto percentual no resultado do mês. Entretanto, o item ainda acumula alta de 36,93% nos últimos 12 meses. Leia mais em METRÓPOLES

Comente esta notícia