Cuiabá, 29 de Novembro de 2022
logo

12 de Novembro de 2016, 16h:48 - A | A

JUDICIÁRIO / MULTA DE R$ 97 MIL

TJ mantém condenação de Galindo e Maurélio por descumprirem liminares

Os desembargadores decidiram, por unanimidade, manter uma condenação de improbidade determinada pela juíza Célia Regina Vidotti.

DA REDAÇÃO



O ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB), e seu ex-secretário de Saúde, Maurélio Ribeiro (PSDB), continuam ‘enrolados’ com a Justiça. É que o TJ (Tribunal de Justiça) decidiu manter, por unanimidade, uma condenação de improbidade administrativa, de dezembro 2014, determinada pela juíza da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular, Célia Regina Vidotti, que multou os políticos por descumprirem decisões judiciais que determinavam atendimento e custeio na área da Saúde.

Galindo terá que pagar cinco vezes o salário que recebia à época, o que corresponde a aproximadamente R$ 70 mil e Maurélio R$ 27 mil. Os desembargadores decidiram ainda pela proibição de contratar com o poder público e de receber incentivos fiscais pelos próximos 3 anos.

Comente esta notícia