Cuiabá, 08 de Fevereiro de 2023
logo

05 de Janeiro de 2023, 12h:50 - A | A

GERAL / CUMPRINDO TAC

Sesp fecha antigo presídio do Carumbé e transfere presos para VG

Todos os 469 presos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande.

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT



O Governo de Mato Grosso por meio da Secretaria de Estado e Segurança Pública (Sesp) fechou nesta quinta-feira (05), o Centro de Ressocialização de Cuiabá - antigo Presídio do Carumbé - e transferiu todos os detentos para a unidade de Várzea Grande.

Por meio de nota, a Pasta informou que a medida é em cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado em 2020 entre o Estado, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público de Contas do Estado, Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso, Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A desativação do CRC já era planejada tendo em vista que o presídio ficava na região urbana da Capital e ao lado de uma unidade de ensino. Para evitar danos ou qualquer ação criminosa, todos os 469 presos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas.

Um alto esquema de segurança foi montado e a transferência dos presos aconteceu durante esta madrugada. O presídio de VG, conta com capacidade para mais de mil presos.

Íntegra da nota

A Secretaria de Estado de Segurança Pública informa que, com base no Termo de Ajustamento de Conduta(TAC 01/2020), assinado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público de Contas do Estado, Defensória Pública do Estado de Mato Grosso, Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso e o Governo do Estado, fez nesta data(05.01) a transferência dos reeducandos do Centro de Ressocialização de Cuiabá(CRC) e do Centro de Custódia da Capital(CCC).

O TAC prevê a desativação do CRC, antigo Carumbé, e autoriza o Estado a fazer as transferências conforme a construção, ampliação e abertura de novas vagas nas unidades prisionais.

Os reeducandos foram transferidos para o Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande. 469 no total, sendo condenados 339 e 130 provisórios.

Comente esta notícia