facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 23 de Junho de 2024
23 de Junho de 2024

04 de Novembro de 2022, 14h:00 - A | A

GERAL / PROTESTOS NAS ESTRADAS

PRF pode usar tropa de choque para liberar rodovias em Mato Grosso

Campo Novo do Parecis, Comodoro e Confresa ainda têm bloqueios.

APARECIDO CARMO
DO REPÓRTER MT



O Superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso, Francisco Elcio Lima Lucena, disse nessa sexta-feira (04), que os bloqueios nas rodovias federais em Mato Grosso continuam em Campo Novo do Parecis, Comodoro e Confresa e já está em estudo a utilização da tropa de choque para desobstruir essas vias. O bloqueio das estradas começou ainda na noite de domingo (30), contra a eleição de Lula (PT). Mato Grosso chegou a registrar até 33 pontos de bloqueios.

Lucena destacou que está trabalhando em conjunto com as autoridades estaduais de Segurança Pública e pediu que os mato-grossenses colaborem para ajudar a resolver a situação definitivamente.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O superintendente também falou que a situação é sensível nas cidades de Lucas do Rio Verde, Sorriso e Sinop, no eixo da BR-163 porque a população está acampada às margens da pista e se recusa a sair. 

Segundo Francisco Elcio, a situação é especialmente complicada porque permanecem às margens da rodovia toda uma estrutura para atender as necessidades de alimentação dos manifestantes, o que faz com que as aglomerações sejam constantes nesses locais. A pista está liberada para o trânsito de veículos.

Em conversa com o RepórterMT, o presidente da Cooperativa do Caminhoneiros Autônomos de Sinop (Cooperlog), Cleomar José Immich, que está na manifestação em Sinop, disse que a situação é pacífica e ordeira, mas destacou que não tem prazo para que os manifestantes desocupem as margens da rodovia. 

Segundo ele, a manifestação não é de caminhoneiros, mas de cidadãos revoltados com a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ele contou que a estrutura montada ao redor da rodovia é custeada por empresários locais que concordam com o movimento. Em imagens obtidas pelo RepórterMT, a situação parece estar sob controle. Os veículos de carga passam pelo trecho sem complicações e até uma faixa de pedestres foi pintada na estrada para evitar acidentes devido às mobilizações.

 

Veja abaixo vídeo da movimentação em Sinop na manhã desta sexta-feira:

LEIA MAIS - Anuário Jurídico de MT 2022 será lançado dia 10 de novembro na AMAM

Comente esta notícia