facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

06 de Dezembro de 2022, 16h:17 - A | A

GERAL / FALTA DE ÁGUA

População invade Câmara de VG e exige que presidente do DAE seja demitido

Aos gritos, os manifestantes pediram demissão do presidente do DAE e privatização do departamento.

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT



Revoltados com a falta de água sistêmica em Várzea Grande, um grupo de moradores invadiu a Câmara de Vereadores na manhã desta terça-feira (06), para pedir a demissão do presidente do Departamento de Água e Esgoto (DAE), Carlos Alberto Simões De Arruda, e cobrar melhorias no abastecimento.

O ato aconteceu durante a sessão plenária, que foi bastante conturbada.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Aos gritos na galeria do Parlamento, o grupo cobrava dos parlamentares uma solução para o problema, que dura vários anos na cidade. Além da demissão do diretor do DAE, os moradores querem que o departamento seja privatizado.

Na tribuna, o vereador Pedro Paulo Tolares (União Brasil) chegou a afirmar que não tinha tomado banho quando chegou em casa, na noite de segunda, devido à falta de água no bairro onde ele próprio mora.

"Vocês (manifestantes) estão cobertos de razão. Eu como vereador de terceiro mandato confesso que nunca vivencie isso nessa Casa de Leis, quanto a revolta tão grande quando a falta de água nessa cidade. Isso aí é vergonhoso já para o nosso município e digo a vocês moradores que o que vocês sofrem a gente também sofre", disse.

"Lá na minha casa eu tenho um depósito de 7 mil litros de água, duas caixas de água e já tem 10 dias que não vem água. Ontem eu cheguei 9 horas da noite e não tomei banho porque não tinha água. Tomei hoje de manhã quando arrumei um pouco de água mineral para tomar banho", acrescentou.

Também revoltado com a situação, o parlamentar convocou a união dos líderes comunitários para que vão até a Prefeitura cobrar providências do gestor, Kalil Baracat (MDB).

"Vamos sair daqui agora e vamos lá, vamos pegar o diretor do DAE e perguntar pra ele porque está faltando água em nossos bairros. Cada dia é uma desculpa".

A falta de abastecimento tem sido vista em diversos pontos da cidade. No último domingo (04), moradores do bairro Paiaguás bloquearam a Avenida Filinto Müller em protesto.

Leia mais

Moradores colocam fogo em pneus e bloqueiam avenida por falta de água em VG

Comente esta notícia

Guilherme 06/12/2022

Sei não! Esse protesto parece encomendado. kkkk

positivo
0
negativo
0

Raquel 06/12/2022

Tem que mandar esses caras que quer somente ficar sentados e ganhando e roubando,não levanta a bunda cambadas de otários,fornece água para o povo,F da P

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1