facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 23 de Junho de 2024
23 de Junho de 2024

12 de Dezembro de 2022, 17h:53 - A | A

GERAL / BAIXARIA TOTAL

Mulheres saem no tapa por causa de cadeira em bar de MT; vídeo

Testemunhas registraram vídeos da confusão. O caso aconteceu em Santo Antônio do Leverger na segunda-feira (12)

THAÍS BEMFICA
DO REPÓRTER MT



Três mulheres, 27, 25 e 27 anos, saíram no tapa dentro de um bar na Praça da Bandeira, em Santo Antônio do Leverger (34 km de Cuiabá), nesta segunda-feira (12). Uma delas, que está grávida, foi agredida com pauladas e chutes e precisou ser encaminhada para o hospital.

Segundo a imprensa local, duas mulheres começaram a briga por causa de um banco no bar. Ambas queriam sentar, mas não havia espaço para todas. A polícia categorizou o ocorrido como "agressão por motivo fútil".

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Testemunhas registraram o momento em que a confusão começou. Nas imagens é possível ver o momento em que uma das mulheres vai para cima da outra e começa a dar puxões de cabelo, tapas e socos na outra, iniciando uma confusão. Os clientes do bar começam a gritar e tentar separar as mulheres. "Calma aí pessoal, vamos parar de briga aí que está acabando com a dança do povo, rapaz", comenta um homem. 

Momentos após a confusão, já fora do estabelecimento comercial, as mulheres brigaram novamente. As agressões continuam e seguem para uma praça e uma segunda mulher também se envolve na briga. Durante a confusão, ela foi agredida com um pedaço de madeira por pelo menos 4 pessoas.

Ainda segundo a polícia, ao cair no chão, ela continuou a ser agredida com pauladas e chutes. "Vão matar essa menina aí", diz uma testemunha. Mesmo gritando que estava grávida de 1 mês, as agressões continuaram.

Assim que populares conseguem separar as mulheres e cessar as agressões, a mulher permanece imóvel no chão. Ela foi encaminhada para o Hospital Municipal de Cuiabá para atendimento médico. 

As duas agressoras foram localizadas e conduzidas para a Central De Flagrantes, com escoriações na testa, costas, mãos, cotovelos e rostos, causados na confusão. 

Veja o vídeo:

 

Comente esta notícia