Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

02 de Dezembro de 2014, 17h:10 - A | A

GERAL / FIM DE PAPO

Maurício tem 30 dias para dar cronograma de entrega do VLT; empresas devem ser punidas

TCE também pediu para que, no prazo de 15 dias, a Secopa instaure processo administrativo contra as empresas que estão com as obras atrasadas

DA REDAÇÃO



O secretário da Secopa, Maurício Guimarães, terá 30 dias, ou seja, até 31 de dezembro, último dia da gestão Silval Barbosa (PMDB), prazo para fazer um cronograma de entrega das etapas do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) ao Tribunal de Contas do Estado.

O pedido foi feito pelo relator das contas da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo, o conselheiro substituto João Batista, nesta terça-feira (2), durante julgamento das contas do exercício de 2013, que foram aprovadas pelo Pleno do TCE.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O relator encontrou 13 irregularidades, a maioria considerada graves. Segundo ele, a Secopa teve uma melhora na avaliação de 2013 do que nos outros anos.

Batista também pediu para que no prazo de 15 dias, a Secopa instaure processo administrativo contra as empresas que estão com as obras atrasadas do VLT, duplicação da estrada da Guarita, Cot do Pari e pavimentação das ruas do entorno da Arena Pantanal, e que sejam aplicadas as sanções administrativas previstas em lei.

Secom

silval vlt

Silval vai terminar gestão em 31 de dezembro, mas sem concluir uma das inúmeras promessas de entregar o VLT para a população


O relator também mandou que a Secopa “apresente solução técnica viável, sem custos adicionais ao Estado, visando garantir o adequado acesso à Avenida Fernando Corrêa da Costa pelos veículos que oriundos da Universidade Federal de Mato Grosso, da Avenida Brasília, da Avenida Tancredo Neves e da Avenida Parque do Barbado, sentido “bairro/centro”, assegurando o “nível de serviço desejado””, diz trecho do voto do relator. 

Batista também determinou que Maurício Guimarães organize a documentação de todas as obras para que seja entregue ao futuro gestor. Maurício foi multado em 73 UPF.

Comente esta notícia

Julio THKR 03/12/2014

...não há quem tenha "estômago" para suportar ouvir ou lembrar desse MAURICIO/SILVAL que são dois laranjas bestas quadradas que merecem cadeia e devolução de tudo o que foi superfaturado dentro desse esquema corrupto. Qualquer pessoa com um mínimo de conhecimento jamais deixaria de estabelecer um planejamento e acompanhamento para uma obra de tamanho investimento e expressão que em fase de execução causaria no mínimo, certo transtorno ao trânsito... QUANDO esse mentecapto do Maurício diz que foi uma atitude OUSADA de um grande HOMEM que é o SIlval que colocou sua imagem, mas para ser reconhecido no futuro, isso é BALELA... E não é FIM DE PAPO NÃOOO!!!

paulo 03/12/2014

VC não entendeu, Diogo.. fim de papo, neste caso, é 'papo' mesmo, ou seja, o papo desse cara de enrolar sempre.

DIOGO FABRICIO 03/12/2014

Fim de papo nada! O coronograma pode até ser entregue em 30 dias, mas assim como todos os cronogramas anteriores não será cumprido em decorrência do erro da escolha do modal VLT, e da ausência de projeto de viabilidade (técnica) para passagem do trem no trecho conforme programa (existe trecho que o VLT não passa por questões obvias de relevo e/ou por ser tombado por patrimônio histórico)!! ABSURDO E ATESTADO DE MÁ GESTÃO DE DINHEIRO PUBLICO.

3 comentários

1 de 1