facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Julho de 2024
19 de Julho de 2024

30 de Outubro de 2017, 09h:17 - A | A

GERAL / TRAGÉDIA EM REPRESA

Jovem morre afogado enquanto nadava com a família

A vítima de 20 anos chegou a ser socorrida por pessoas que estavam no local, mas não conseguiram reanimar o jovem, que morreu antes da chegada do Samu.

CAMILA PAULINO
DA REDAÇÃO



Lucas Diego Soares dos Santos, de 20 anos, morreu afogado enquanto nadava em uma represa, localizada em uma chácara particular, na região rural conhecida como Cinturão Verde, próximo ao bairro Pedra 90, em Cuiabá, na tarde de domingo (29).

De acordo com o boletim de ocorrência, testemunhas relataram à Polícia Militar que o jovem nadava com familiares quando em certo momento começou a se afogar e outras pessoas tentaram o socorrer, mas sem sucesso.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O jovem afundou e não retornou mais para a superfície. O corpo foi encontrado depois por um homem que conseguiu retirar a vítima do fundo da represa e a levou para a margem da represa, onde tentaram reanimar o rapaz.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas o rapaz já estava morto.

Peritos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local coletando dados e encaminharam o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia.

Uma equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) se deslocou até o local do afogamento e passa a investigar o caso. 

Outro caso

No sábado (26), o jovem Valdinei Pereira da Silva, de 26 anos, desapareceu no Rio Vermelho, próximo à Rodovia do Peixe, na tarde de sábado em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá). 

De acordo com relatos de testemunhas, a vítima estava no rio com familiares, quando mergulhou e não voltou mais para a superfície.

Equipe do Corpo de Bombeiros procura pelo corpo desde sábado e as buscas continuam nesta segunda-feira (30).

Dados

Dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), apontam que 19 crianças (de 0 a 11 anos) morreram vítimas de afogamento de janeiro a setembro deste ano em Mato Grosso. O número é 90% superior ao mesmo período do ano passado, quando 10 ocorrências foram registradas.

No geral, foram registradas 60 mortes por afogamento, nos 10 primeiros meses de 2017.

Leia mais

Bombeiros fazem buscas por homem que desapareceu após mergulhar

Comente esta notícia