facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 20 de Junho de 2024
20 de Junho de 2024

15 de Novembro de 2022, 18h:30 - A | A

GERAL / R$ 550 MIL

Jogador mato-grossense de 17 anos faz "vakinha online" para pagar tratamento de doença cardíaca

O adolescente Handrey Silva Martins, descobriu doença cardíaca aos 17 anos e faz "vakinha online" para pagar despesas hospitalares

STEFANI S. FIXINA
DO REPÓRTER MT



O jogador de futebol Handrey Silva Martins, de 17 anos, faz 'vakinha online' para arrecadar fundos e pagar as despesas de uma cirurgia de emergência. O atleta foi diagnosticado recentemente com uma doença chamada endocardite bacteriana e precisou ser transferido para um hospital em São Paulo. Devido aos altos custos das despesas hospitalares, os valores chegam a R$ 550 mil.

O adolescente, que estava atuando no time Academia Futebol Clube, na cidade de Rondonópolis (212 km de Cuiabá), teve a carreira interrompida, quando foi hospitalizado com muita febre no dia 28 de setembro de 2022, e logo diagnosticado com uma doença que atinge as válvulas do coração, a endocardite bacterina. "(...) Geralmente ela é comum em pessoas que já tem têm algum problema na válvula, que era o meu caso, eu nasci com uma válvula bicúspide, o normal seria tricúspide, mas até o momento eu nunca tive sintomas, sempre levei uma vida normal de atleta de alta intensidade", disse ele em seu perfil do instagram.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Após 4 dias, Handrey foi operado com uma cirurgia cardíaca de peito aberto, onde foi colocado uma prótese biológica, pois a bactéria causou vários problemas graves. O jogador também precisou colocar o aparelho marcapasso no coração e ficou 2 meses internado e 15 dias na UTI.

Devido aos altos custos de todo o tratamento, ele, juntamente com seus familiares e amigos, faz 'vaquinha online' para que as pessoas possam ajudá-lo a arcar com as despesas médicas.

As doações estão sendo enviadas através da Chave Pix (66) 99916-8355, ou pelo link vakinha.com

Comente esta notícia