facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 23 de Junho de 2024
23 de Junho de 2024

15 de Dezembro de 2022, 12h:45 - A | A

GERAL / VEJA VÍDEO

Homem é diagnosticado com vermes “dançando” dentro do seu testículo

O caso clínico ocorreu na Índia. Rapaz foi diagnosticado com vermes causadores da elefantíase

YASMIN GURGEL
METRÓPOLES



Um indiano de 26 anos decidiu ir ao médico depois de sentir febre baixa e um inchaço incomum no seu testículo direito. Os profissionais de saúde detectaram uma situação inusitada no exame de ultrassom: foram registrados vermes em movimento agitado dentro do testículo.

Os médicos do hospital diagnosticaram o indiano com filariose linfática, doença popularmente conhecida como elefantíase. A doença tropical ocorre quando uma pessoa é picada por um mosquito infectado com uma espécie de lombriga microscópica.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Os parasitas se infiltraram no corpo e foram detectados no canal linfático dilatado – tubos finos que transportam fluidos e glóbulos brancos no escroto. O estudo de caso, relatado pelos médicos do Max Super Specialty Hospital de Nova Deli, foi publicado na revista New England Journal of Medicine.

Os vermes “entopem” a região, causando o inchaço. No caso do paciente indiano, o testículo ficou com a pele espessa, dura e rugosa. De acordo com o estudo, a agitação detectada é reconhecida como um sintoma da dança filarial, definida como “ondulações de vermes vivos que migraram para os canais linfáticos, causando dilatação e disfunção”. Leia mais em METRÓPOLES

Veja o vídeo:


Comente esta notícia