Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

04 de Dezembro de 2014, 09h:48 - A | A

GERAL / EM CUIABÁ

60 famílias são retiradas de área pública; reintegração tem apoio da PM

A área pertence ao município de Cuiabá. A retirada da família está sendo de forma pacífica

DA REDAÇÃO



Pelo menos 50 policiais militares estão cumprindo neste momento uma decisão da Justiça de reintegração de posse e retirando cerca de 60 famílias que estavam morando em uma área de 1 hectare, próximo do Bairro Santa Amália, em Cuiabá.

A área pertence ao município de Cuiabá e estava ocupada há mais de um ano. A retirada da família está sendo de forma pacífica.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Os sem teto já haviam sido notificado três vezes para deixar o local. Eles estão sendo levados para o ginásio de esportes do bairro Tijucal.

A Prefeitura de Cuiabá também está no local para dar suporte às famílias.Para cumprir a reintegração, a prefeitura precisou de duas decisões judiciais. "Eles foram notificados em agosto de 2013 e feveiro deste ano", explicou o secretário de Comunicação, Kleber Lima.

Segundo o secretário, após o trabalho de reintegração, a Prefeitura pretende construir uma creche no local. "Já estamos com dinheiro no caixa para começar as obras", destacou.

FAMÍLIAS

A Prefeitura informou que das 59 famílias, apenas duas foram consideradas carentes. Por isso, elas estão habilitadas a se cadastrar em programas sociais como o Minha Casa Minha Vida.

CRIMINALIDADE 

Já de acordo com o setor de inteligência da Polícia Militar, vários criminosos de bairros vizinhos utilizam a área como rota de fuga. Esses bandidos ainda teriam montado barracos para esconder produtos de roubo e furtos, além de servir como boca de fumo (ponto de venda e uso de drogas). 

RepórterMT

reintegração

Reintegração de posse acontece na manhã desta quinta-feira

RepórterMT

reintegração

A Polícia Militar auxilia na reintegração de posse

RepórterMT

reintegração

Reintegração de posse é cumprida com ajuda da Polícia Militar e dos Agentes de Trânsito

Comente esta notícia