Cuiabá, 02 de Julho de 2022
logo

Terça-feira, 07 de Junho de 2022, 13h:44 - A | A

SUSPENSO PELA JUSTIÇA

Botelho defende que concurso da Segurança Pública seja anulado

O parlamentar deixou claro que a credibilidade da UFMT foi abalada após as diversas denúncias.

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT

O presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (União Brasil) defendeu, na segunda-feira (06), a anulação do concurso da Segurança Pública de Mato Grosso. O processo coordenado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) está suspenso por determinação da Justiça, por supostas irregularidades na realização da prova do Teste Aptidão Física (TAF). Continue lendo.

Comente esta notícia

João Batista de Lima 07/06/2022

O nobre deputado deveria pensar nos candidatos que foram aprovados legalmente no concurso e tiveram gastos, a anulação prejudicará essas pessoas, o mesmo direito de quem se diz prejudicado ao ser eliminado e recorreu a justiça é o mesmo dos que foram aprovados legalmente sem favorecimento.

1 comentários

1 de 1