Cuiabá, 30 de Junho de 2022
logo

Domingo, 30 de Outubro de 2011, 14h:54 - A | A

MEDALHA DE BRONZE

MT é o terceiro estado com mortes envolvendo roubo a bancos

Falta de investimentos em segurança é o grande vilão, aponta Sindicato

INARA FONSECA

 

O presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários e do Ramo Financeiro do Estado de Mato Grosso (SEEB/MT), Arilson da Silva, culpou a falta de investimentos em segurança nas agências bancárias do Estado. O pouco caso que tem se dado pelas empresas tem nos proporcionado o alto índice de mortes dentro dos bancos. O Estado ganhou medalha de bronze no ranking dos que possuem maior incidência de morte envolvendo banco em 2011. Os dados fazem parte de uma pesquisa da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e considera somente até o mês de setembro deste ano.

De acordo com Arilson da Silva, os bancos não priorizam a segurança dos clientes e dos bancários. O presidente lembrou que a maioria dos grandes bancos não cumpre, por exemplo, a lei municipal que obriga a implantação de biombos nas agências bancárias de Cuiabá.

Aprovada em 29 de dezembro de 2010, a lei municipal tem como objetivo proteger os usuários dos caixas e diminuir o número de assaltos do tipo "saidinha de banco". Com a proteção dos biombos, quem está na fila não teria acesso ao tipo de transação de quem está sendo atendido. O prazo para que as agências bancárias cumprissem se adequassem à nova lei terminou em junho (29) deste ano.

Na madrugada da última quarta-feira (26), um posto de atendimento do Bradesco, em Nossa Senhora do Livramento (41 km de Cuiabá) foi atacado e teve o caixa eletrônico explodido. Em agosto (29), um tiroteio dentro da Galeria Itália, no Coxipó, levou a morte dois bandidos e um vigilante. Funcionários da “Prosseguir” estavam abastecendo os caixas eletrônicos quando uma quadrilha tentou o assalto.

Não existem dados para este tipo de crime, entretanto, segundo estatísticas do sindicato, até meados de setembro deste ano já foram realizados 75 arrombamentos em caixas eletrônicos em todo Estado.

PESQUISA

O estudo foi divulgado na última quinta-feira (27) pela Contraf revelou um dado alarmante: Mato Grosso perde apenas para São Paulo e Rio de Janeiro no quesito violência em bancos envolvendo mortes. No estado mato-grossense foram registradas três mortes.

Em todo Brasil, 38 assassinatos envolvendo assaltos a agências bancárias, até o mês de setembro. O número supera os dados de 2010, no ano passado, nos nove primeiros meses, foram contabilizadas 18 mortes em banco. As estatísticas revelam um aumento de 111,11%. Em todo ano de 2010, foram registradas apenas 23 mortes.

Comente esta notícia