Cuiabá, 02 de Fevereiro de 2023
logo

27 de Novembro de 2014, 14h:22 - A | A

VARIEDADES / PENSÃO ALIMENTÍCIA

Integrante do grupo Molejo tem prisão decretada

Lúcio Nascimento pediu afastamento do grupo

O FUXICO



Por conta de uma dívida de cerca de R$ 30 mil, referente a atraso de dois anos no pagamento de pensão alimentícia à filha de 13 anos, Lúcio Nascimento, integrante do Grupo Molejo, teve a prisão decretada. O músico pediu o seu afastamento da banda e deixou a casa onde mora, na Abolição, Zona Norte, desde segunda-feira (24), data em que o mandado de prisão emitido pela 2ª Vara de Família do Rio de Janeiro começou a valer.

De acordo com a coluna Retratos da Vida, do jornal Extra, Lúcio tenta um acordo com a ex-mulher para liquidar a dívida e se livrar de ir parar atrás das grades. Segundo a Justiça, ele deve pagar três salários mínimos. Após a ameaça de processo, Lúcio depositou R$ 1 mil nos últimos três meses.

Anderson Leonardo, cantor e porta voz do Molejo, confirmou o afastamento temporário de Lúcio. 

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

"Ficamos surpresos com o que aconteceu. Achávamos que Lúcio estava se entendendo com ela. Mas o grupo não compactua com essa atitude de não pagar pensão. Todos nós temos filhos e, alguns, até netos, e é nosso dever dar o máximo de atenção para eles. Essa é uma situação muito triste", lamentou o vocalista em entrevista à Retratos da Vida.

Melissa Borba, que foi casada com o músico por 5 anos e atualmente mora com a filha no Rio Grande do Sul, disse ao jornal Extra que não  acredita que ele irá honrar com o compromisso. 

"Passei dois anos tentando, pedindo para ele pagar a pensão da menina, que sofre muito com tudo isso, mas ele nunca cumpriu. Agora, fica difícil aceitar esse acordo, pois ele não tem palavra. Dei dois anos de trégua, esperando... Então, minha postura continuará a mesma", avisou. 

Comente esta notícia