Cuiabá, 01 de Outubro de 2022
logo

15 de Agosto de 2022, 17h:01 - A | A

VARIEDADES / COVID

Estudo mostra que casos fatais tinham inflamação descontrolada

Pesquisa descobriu que mecanismo imune responsável por inflamação sistêmica pode continuar mesmo após o vírus ser eliminado do organismo

ELINE SANDES
METRÓPOLES



Um estudo realizado na Universidade de São Paulo (USP) desvendou como alguns pacientes infectados pelo coronavírus desenvolvem inflamação sistêmica mesmo após se recuperarem da Covid-19. A condição pode ser responsável por desencadear complicações pulmonares ou trombose, problemas que precisam de atenção médica e podem levar ao óbito do indivíduo.

A pesquisa foi publicada em junho deste ano na plataforma medRxiv, ou seja, ainda não foi revisada pela comunidade científica. De acordo com os cientistas, o quadro inflamatório tem relação com os inflamassomas, proteínas formadas nas células em resposta a situações de estresse celular ou a infecções.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

Nos casos graves analisados, os inflamassomas foram encontrados em quantidade excessiva e estavam presentes mesmo após a eliminação do vírus do organismo dos pacientes. Isso significa que a resposta imunológica responsável pela inflamação não foi desativada depois que a infecção foi controlada.

Leia mais em Metrópoles

Comente esta notícia