facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Maio de 2024
22 de Maio de 2024

29 de Novembro de 2010, 09h:49 - A | A

POLÍTICA /

Quatro cidades de MT estão entre as que mais cresceram no país, diz IBGE



ANDRÉ MICHELLS
DA REDAÇÃO

Os municípios de Sapezal, Nova Mutun, Lucas do Rio Verde e Juruena, viram suas populações mais que dobrarem de tamanho nos últimos 10 anos. Os dados finais do Censo 2010 foram divulgados nesta segunda-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nas quatro cidades o crescimento foi impulsionado pelo agronegócio, boa qualidade de vida oportunidades de emprego. E, Sapezal, a população cresceu 129%, passando de 7.866 para 18.080. Em Lucas do Rio Verde o crescimento foi superior, passando de 135%. A população da cidade saltou de 19.316 para 45.545.

Nova Mutum também teve expressivo crescimento, passando de 14.818 para 31.663 em 10 anos. Uma elevação de pouco mais de 113%. Já o município de Juruena, o mais distante da lista, da Capital, passou de 5.448 para 11.269. Crescimento superior a 106%.

Ao todo, no país, apenas 19 municípios tiveram crescimento superior a 100%. O que mais teve aumento populacional foi Balbinos, no interior de SP, que cresceu quase 200%. Já o último da lista fica no Maranhão. É o município de Pracinha, que cresceu 100, 7%. Por outro lado, Mato Grosso também possui um município que figura entre os cinco que mais encolheram no país.

Itaúba, no norte do estado, passou de 8.565 para 4.570, queda de mais de 46%. Já a população de Mato Grosso teve incremento de 21%, passando de 2.504.353 para 3.033.991. A Capital ficou com 551.350 moradores. A maior do interior continua sendo Rondonópolis, com 195.550 habitantes. No último Censo, em 2000 a cidade registrou 160 mil. Já Várzea Grande saltou para 252.709. O Aglomerado Cuiabá/Várzea Grande concentra hoje, 804 mil moradores.

Comente esta notícia