Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

19 de Novembro de 2014, 17h:59 - A | A

POLÍTICA / CORTE NO ALENCASTRO

Mendes acaba com nove secretarias e demite 500 servidores de Cuiabá

De acordo com o prefeito além da redução de R$ 43 milhões na arrecadação do município, somada até outubro de 2014, a medida foi definida diante da experiência adquirida nos dois primeiros anos de seu mandato que indicaram o que deve mudar.

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



O prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB) anunciou nesta quarta-feira (19) que irá reduzir de 24 para 15 o número de Secretarias da Prefeitura.

Além de fazer a junção de várias pastas, a reforma administrativa inclui a demissão de cerca de 500 servidores comissionados e contratados. Com a mudança, o prefeito estima que irá economizar cerca de R$ 15 milhões ao ano.

De acordo com o prefeito, além da redução de R$ 43 milhões na arrecadação do município, somada até outubro de 2014, a medida foi definida diante da experiência adquirida nos dois primeiros anos de seu mandato, que indicaram o que deve mudar.

“Para adaptar com os dois anos de experiência que nós temos à máquina administrativa a uma realidade que nós consideramos que vai proporcionar maior rapidez,  mais eficiência e uma máquina mais enxuta, ela pode ser mais veloz e pode produzir resultado na ponta para o cidadão”, declarou.

Para reduzir R$ 15 milhões do custeio, R$ 5 milhões sairão do corte de servidores, R$ 5 milhões da gestão de carros alugados, custeio da máquina e outros R$ 5 milhões de imóveis alugados, telefonia e outras medidas.

Atualmente, a Prefeitura conta com 800 servidores comissionados, 8 mil contratados e 18 mil efetivos.

O prefeito ressaltou  que não irá demitir professores contratados ou servidores do atendimento de saúde pública, e pontuou que a reforma não irá comprometer nenhum serviço essencial, finalístico ou estratégico.

Mendes frisou que deve convocar novos secretários para gerir as pastas da administração municipal, tanto os nomes dos escolhidos para começarem, tanto aqueles que vão continuar no primeiro escalão só serão anunciados quando a Câmara Municipal aprovar o projeto de reforma administrativa, que será encaminhado para a Casa na próxima segunda-feira (24). 

A proposta foi apresentada aos secretários municipais e aos vereadores nesta quarta-feira (19), e deve ser discutida e implementada junto aos mesmos assim que aprovada.

COMO FICA A REFORMA ADMINISTRATIVA

As Secretarias de Comunicação, Governo, Gabinete do Prefeito e Assuntos Estratégicos em Brasília ficam reduzidas apenas a pasta de Governo e Comunicação, que será gerida pelo atual secretário de Comunicação, o jornalista Kleber Lima.

A Secretaria Municipal de Gestão, Cuiabá Prev e Secretaria de Planejamento e Finanças (Compras e Licitações) serão reduzidas à Secretaria de Gestão.

As pastas de Planejamento e Finanças, Fazenda e Gestão (Núcleo de Convênios) irão se tornar a Secretaria de Planejamento e Fazenda.

As Secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano se tornarão Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.

As pastas de Trabalho e Ddesenvolvimento Econômico e Agricultura serão reduzidas à pasta de Desenvolvimento Econômico.

Já as Secretarias de Apoio à Segurança Pública, Meio Ambiente (Fiscalização), Trânsito e Transporte Urbano, Esporte, Cidadania, Juventude ( Procon)  serão resumidas apenas à Secretaria de Ordem Pública.

As pastas de Cultura, Esporte e Turismo irão se tornar a Secretaria de Cultura Esporte e Turismo.

A Controladoria e a Ouvidoria do Município se tornarão a Controladoria Geral do Município.

IMG_6989.JPG

O prefeito irá reduzir de 24 para 15 o número de Secretarias da Prefeitura

IMG_6985.JPG

A proposta foi apresentada nesta quarta-feira

Comente esta notícia

eduardo 20/11/2014

essa atitude é típica daqueles que não gostam de gente, que detesta funcionário público, que utiliza esses como bode expiatório para não atacar o verdadeiro mal da gestão pública que é a corrupção, o tráfico de influência e a falta de transparência em contratos e convênios...coincidência ou não, quem o elogia é justamente aquele que participou de outro governo de um empresário político que não deixou saudades no governo do estado, sucateou órgãos públicos, amordaçou os técnicos de carreira, se envolveu em diversos escândalos financeiros e ainda deixou como legado o silval barbosa, que dispensa comentários...

COSTA 19/11/2014

CONVERSA PRA BOI DORMIR, JA FAZ 2 ANOS QUE O PREFEITO VEM COM ESSA CONVERSA DE DEMITIR OS CONTRATADOS OU MELHOR INDICADOS POR POLÍTICOS. É UMA PIADA, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

2 comentários

1 de 1