Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

01 de Dezembro de 2014, 09h:24 - A | A

POLÍTICA / LOGÍSTICA DE MT

Duarte assume com missão de melhorar rodovias para escoar safra

Nós não temos tempo a perder. A Infraestrutura, ela precisa ser melhor olhada, melhor cuidada, disse Duarte

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



O diretor executivo da Associação de Produtores de Soja (Aprosoja), Marcelo Duarte Monteiro, escolhido para comandar a ainda Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana (SETPU), terá como missão recuperar a malha viária das estradas estaduais, que devido à temporada de safra agrícola, vai precisar de atenção especial desde seu primeiro dia à frente da pasta.

“Nós não temos tempo a perder. A Infraestrutura, ela precisa ser melhor olhada, melhor cuidada. Temos uma safra para ser colhida agora a partir de janeiro e essa ‘operação arranca safra’  ela está dentro da nossa prioridade, tanto nas estradas não pavimentadas, quanto nas estradas pavimentadas que estão em estado muito ruim de preservação e essa é nossa prioridade”, declarou.

Para “abrir a caixa preta” da Secretaria, que será administrada por Marcelo Duarte, Taques determinou ao próximo secretário de Infraestrutura que faça uma auditoria nos contratos do Estado e coloque os pagamentos em dia.

Segundo o governador eleito, a medida não seria uma “devassa” nos contratos e sim o cumprimento de uma determinação da lei de responsabilidade fiscal. 

O futuro secretário afirmou que ação já estaria sendo feita com o apoio da Fundação Dom Cabral, que tem prestado assessoria à equipe de transição.

RepórterMT

Marcelo Monteiro

Marcelo Duarte assume a pasta de Infraestrutura do Estado com a missão de recuperar a malha viária

FUSÃO COM SECOPA

 

Marcelo  Duarte Monteiro também pode ter sob sua “guarda” as atribuições da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa), caso a mesma seja extinta conforme o previsto em lei.

 

O futuro secretário pontua que a situação está sendo analisada por Taques e sua equipe de transição, mas dá a entender que não acredita que isso seja efetivado, já que a pasta da Secopa exigiria muita atenção de sua Secretaria, que já tem sérias responsabilidades. 

“Eu não participei do diagnóstico da Secopa. Entendo que há muitos problemas lá. O foco tem que ser muito grande dentro dessa Secretaria (SILOG)  assim como a Secretaria de Transportes e Logística que estou assumindo. Então, o que o governador definir, a gente vai estar pronto para estar exercitando”, pontuou.

Comente esta notícia