facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

17 de Junho de 2024, 07h:00 - A | A

POLÍCIA / MATOU SETE

Justiça atende pedido de defesa e remarca para novembro júri de autor da chacina em Sinop

A decisão atendeu ao pedido da defensoria pública que assumiu a defesa de Edgar. A defesa do assassino era feita até então pelo advogado criminalista Marcos Vinicius Borges, que ficou conhecido como o "advogado ostentação".

FERNANDA ESCOUTO
REPÓRTERMT



O juiz Anderson Clayton Dias Batista, em substituição na 3ª Vara Criminal de Sinop (480 km de Cuiabá), adiou para novembro o julgamento de Edgar Ricardo de Oliveira, responsável por uma chacina que vitimou sete pessoas em Sinop (503 km de Cuiabá) no ano passado.

A decisão atendeu ao pedido da defensoria pública que assumiu a defesa de Edgar. A defesa do assassino era feita até então pelo advogado criminalista Marcos Vinicius Borges, que ficou conhecido como o "advogado ostentação".

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Leia mais: "Advogado ostentação" desiste de defender autor de chacina em Sinop

Ante o teor da petição, acolho o pleito defensivo para redesignar o ato para a data de 05/11/2024, às 08h30min", determinou o magistrado.

O crime aconteceu em fevereiro de 2023 e tirou a vida de Elizeu Santos da Silva, Orisberto Pereira Sousa, 38, Adriano Balbinote, 46, José Ramos Tenório, 48, o dono do bar Maciel Bruno de Andrade Costa, 35, Getúlio Rodrigues Frazão Junior, 36, e sua filha, Larissa Frazão de Almeida, 12.

A motivação estaria ligada à derrota em uma partida de sinuca, apostada com dinheiro. Edgar agiu com auxílio do comparsa, Ezequias Souza Ribeiro que morreu em confronto com a Polícia Militar horas após o crime.

Comente esta notícia