Cuiabá, 02 de Outubro de 2022
logo

07 de Dezembro de 2013, 08h:59 - A | A

POLÍCIA / ROTINA TRÁGICA

Estudante de 25 anos se joga do nono andar de prédio no Jardim das Américas

O provável motivo do suicídio seria depressão. No último dia 2 o empresário Túlio Moura também se matou em Cuiabá; depressão pode ter sido a causa

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



A Polícia Militar registrou na noite desta sexta-feira (6) a ocorrência de um suicídio no Bairro Jardim das Américas em Cuiabá.

Conforme o Boletim de Ocorrências, por volta das 22 horas, a jovem Micheli Cristina Gomes Ferreira, de 25 anos se jogou do nono andar do edifício América do Norte, localizado na Avenida Brasília.
O provável motivo da morte seria depressão. Conforme relatos Micheli fazia tratamento e tomava remédios controlados contra a doença.

De acordo com funcionários do condomínio, a jovem estudante era muito simpática e morava no edifício há cerca de três anos com a mãe e uma irmã.

Pouco antes da tragédia, a jovem e mãe teriam levado o cachorro da família para passear no pátio do condomínio. Quando as duas subiram para o apartamento, Micheli pediu que a mãe a deixasse sozinha na sacada. Quando a mãe voltou a jovem já tinha se jogado.

Virou rotina

No último dia 02 de dezembro, o  empresário Túlio Moura, de 46 anos, cometeu suicídio, no apartamento onde morava, no Bairro Duque de Caxias, região do Goiabeiras, em Cuiabá. Ele foi encontrado morto em um pela própria mãe. Túlio atirou contra o próprio peito com uma espingarda calibre 12. 

Túlio Moura era sócio-diretor da construtora Oestemix Concretos. Segundo familiares o empresário  sofria de depressão.

O jovem empresário era filho do também empresário Clóvis Moura e sobrinho do ex-deputado estadual de MT, Paulo Moura, mas a Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) vai investigar o ocorrido.

Menos de um mês antes do ocorrido com Túlio, no dia 07 de outubro, os bombeiros localizaram o corpo da estudante da UFMT, Liandre Ferreira Pereira, de 26 anos, na região do Mirante de Chapada dos Guimarães (66 km de Cuiabá).

Próximo ao local onde ela foi encontrada estava o carro abandonado com um bilhete dentro. Estava escrito para entregarem o carro a um professor da UFMT e explicando que os pertences pessoais dela deveriam ser entregues aos familiares.

Na mesma região, no dia 02 de setembro e também com suposto quadro de depressão, a servidora do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Luciana Botelho de Campos Merlan, de 42 anos, foi encontrada morta. Ela teria se jogado em um abismo na região da Mata Fria, próximo ao Portão do Inferno.


>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

josani 07/12/2013

Isso é falta de Deus no coracao.

jose siqueira 07/12/2013

nos últimos anos, temos perdido pessoas próxima , devido o avanço das investida do inimigo de Deus, que veio a destruir lares de uma forma brutal sem piedade. o interessante e que as pessoas prefere confiar no estudo do homem do que no milagre de jesus para a sua cura, os jovens são os alvo com maior reação: destemido, ainda no começo da vida, levado pelas ideologia sem fundamento, etc. lamentável mas perdemos mas uma jovens.

2 comentários

1 de 1