facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024

25 de Maio de 2024, 08h:00 - A | A

POLÍCIA / CASO NAYARA VIT

Empresário apontado como autor de morte de modelo cuiabana começa a ser julgado no Chile

Nayara Vit morreu no dia 7 de julho após queda do 12º andar do prédio em que morava. O namorado dela é apontado como autor do crime.

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTERMT



A Justiça do Chile começou o julgamento do empresário Rodrigo Del Valle Mijac, apontado como autor do assassinato da modelo cuiabana Nayara Vit, de 33 anos. As sessões começaram no último dia 25 de abril e a expectativa é se encerra em meados de junho.

Nayara morreu no dia 07 de julho. Ela morava num imóvel de alto padrão localizado no bairro Las Condes, na companhia do namorado.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Em entrevista ao RepórterMT, Eliane Vit, mãe da modelo, afirmou que está no Chile acompanhando o julgamento e também, que está confiante e espera que a verdade sobre a morte da filha seja esclarecida.

"Não temos nenhuma garantia, é um processo complexo, mas estamos confiantes. Nos resta torcer para que a verdade venha a luz", declarou.

Rodrigo Del Valle Mijac foi preso no dia 13 de abril de 2023. Ele foi acusado pelo crime de feminicídio contra Nayara.

LEIA MAIS - Chileno que matou modelo cuiabana em Santiago é preso

A mãe da modelo explicou que o julgamento está na fase dos interrogatórios, três juizes estão ouvindo testemunhas de defesa, acusação, peritos e policiais que atenderam a ocorrência na época.

"Aqui no Chile, não tem júri popular. Ele será julgado por 3 juízes que estão desde o dia 25 ouvindo testemunhas, peritos e apresentações de provas, tanto do Ministério Público, da acusação e da defesa", afirmou.

A expectativa é que o julgamento seja encerrado por volta do dia 17 de junho.

Relembre o caso

De acordo com informações do primo de Nayara, Sérgio Puga, no dia da morte o casal saiu para jantar, no entanto, se desentendeu por ciúmes e chegou em casa discutindo.

Para a família Rodrigo relatou que Nayara passou correndo pela sala e se jogou da sacada. No entanto os familiares não acreditaram na versão dele.

No dia do crime a modelo cuiabana chegou a fazer planos de passar o Natal com a mãe. Além disso, a babá do filho de Nayara relatou ter ouvido gritos da vítima durante a discussão. Ouviu ainda um vaso de plantas cair da sacada e instantes depois a modelo sofreu a queda.

Tudo isso fez a família e as autoridades chilenas desconfiarem da versão de suicídio apresentada pelo então namorado da vítima.

Leia mais 

Ex-namorado diz ter sido ameaçado por marido de modelo morta no Chile

Modelo cuiabana é sepultada sem a presença da família; reconstituição é cancelada

Comente esta notícia