facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024

23 de Novembro de 2017, 08h:44 - A | A

POLÍCIA / DOENTIO

Cuidadora denuncia padrasto que amarrava e estuprava menina de 7 anos

A mulher afirmou que a mãe da menina seria conivente com os abusos sexuais cometidos pelo namorado.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÂO



A cuidadora de uma menina de 7 anos procurou a delegacia de Sapezal (480 km a Noroeste da Capital) para denunciar o abuso sexual sofrido pela criança. Segundo a mulher, a menina foi amarrada e estuprada pelo namorado da mãe.

A denúncia foi feita na última terça-feira (21). Conforme a cuidadora, a situação foi relatada pela menina, que estava muito abalada.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A menina relatou que o criminoso havia retirado sua roupa e abusado sexualmente dela.

O Conselho Tutelar também afirmou que dias antes, a menina foi amarrada pelo pedófilo e também teve a roupa retirada por ele. A menina conta que a mãe tentou intervir, porém, foi espancada pelo criminoso.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mãe deixa a menina na casa da cuidadora para não presenciar os abusos cometidos pelo namorado.

Ela já teria denunciado o pedófilo, mas ele segue em liberdade.

Ainda de acordo com o boletim e ocorrência, a denúncia demonstra que a mãe é conivente com a situação.

A Polícia Civil passa a investigar os abusos sexuais relatados pela criança.

Pai engravida filha

Ainda no mês de novembro, um homem de 52 anos foi preso pela Polícia Civil de Rondonópolis ( 211 quilômetros ao Sul de Cuiabá) acusado de estuprar a própria filha de 15 anos de idade.

Além dos abusos, a mãe da menor – autora da denúncia – afirmou à Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, que a filha está grávida e, por isso, suspeita que o filho seja de G.L., com quem é casada há 27 anos e têm seis filhos.

Leia mais

Pai é preso acusado de estuprar e engravidar filha de 15 anos; abusos começaram em 2012

Comente esta notícia