Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

24 de Dezembro de 2014, 09h:49 - A | A

POLÍCIA / IMPRUDÊNCIA FATAL

Colisão frontal entre Gol e S-10 mata dois e deixa três feridos em Acorizal

As duas vítimas eram pais do motorista do primeiro carro, que ficou gravemente ferido e está internado no Pronto Socorro da capital, junto com outros dois ocupantes do outro carro.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Dois passageiros de um VW Gol morreram após o veículo bater de frente com uma caminhonete Chevrolet S-10, na MT -010, no município de Acorizal (120 km de Cuiabá), na noite desta terça-feira (23).

As duas vítimas eram pais do motorista do primeiro carro, que ficou gravemente ferido e está internado no Pronto-Socorro da capital, junto com outros dois ocupantes do outro carro.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Segundo informações da Polícia Civil, em um trecho de linha reta da rodovia, um dos carros teria tentado desviar de uma motocicleta e acabou invadindo a pista contrária, batendo de frente.

Com o impacto da colisão, Divo Cláudio Machado e a mulher dele Eronides Oliveira Pires, morreram na hora.

O motorista do Gol e o condutor e um passageiro da S-10 tiveram que ser levados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ao Pronto-Socorro de Cuiabá.

Agentes da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) foram até o local apurar as causas da colisão. Um dos fatores que pode ter contribuído para o acidente foi o fato da pista estar molhada, diante de uma forte chuva que atingiu a região de Acorizal. O laudo conclusivo só deve sair nos próximos 30 dias.

TRAGÉDIA FAMILIAR

Ainda nesta terça-feira (23), mas na BR – 070, na cidade de Primavera do Leste (240 km da capital), Leotino Martins Ferraz, de 57 anos, Anita Ferraz da Silva, de 70 anos, Rosidelma Almeida Ferraz, de 48 anos e Geyse Kellyl Almeida Ferraz, de 24 anos, morreram após a caminhonete Mitsubishi L200 Triton em que eles estavam baterem na traseira de um caminhão baú, supostamente parado na pista, por problemas mecânicos.

A suspeita é que a caminhonete estaria trafegando a 100 km/h, diante do impacto da colisão, que fez com que o carro ficasse totalmente destruído, entrando embaixo do caminhão.

Os corpos das vítimas ficaram presos às ferragens e tiveram que ser retirados pelo Corpo de Bombeiros. Em seguida, foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML). 

Agentes da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também estão investigando as causas da colisão. 

Bombeiros de Primavera do Leste

triton

L-200 ficou destruída, vítimas morreram na hora. Corpo de Bombeiros teve que ser acionado para retirar os corpos das ferragens.

Comente esta notícia