Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

24 de Dezembro de 2016, 17h:30 - A | A

POLÍCIA / EM CUIABÁ E VÁRZEA GRANDE

Balanço da Polícia aponta redução de 16% em casos de homicídios

Além do recuo na região metropolitana, dados mostramredução de cerca de 10% desse tipo de delito em Mato Grosso

DA REDAÇÃO



Dados divulgados pela Polícia Civil, nesta semana, apontam que, em Cuiabá e Várzea Grande, os índices de homicídios no ano de 2016 tiveram uma redução de16,90%, entre os meses de janeiro a novembro, comparado ao mesmo período de 2015.

Além do recuo na região metropolitana, foi constatada ainda uma redução de cerca de 10% desse tipo de delito em Mato Grosso.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Em onze meses, as delegacias da Polícia Civil instauraram cerca de 37 mil inquéritos policiais e concluíram mais de 31 mil investigações, com autoria  e materialidade de crimes cometidos em todo o Estado de Mato Grosso.

Foram um pouco mais de 17 mil ações integradas e 800 operações conjuntas com outras instituições da Segurança Pública de Mato Grosso.

Segundo o delegado geral da Policia Civil, Rogério Atílio Modelli, essa redução é decorrente de um conjunto de fatores, como a realização de ações integradas e ao trabalho feito pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

"Em paralelo, também foram importantes os esforços da Delegacia Especializada de Entorpecentes (DRE), que, com a desarticulação de pontos de vendas e prisões de traficantes, atingiram, de certa forma, as pessoas que fomentam crimes contra a vida e contra o patrimônio”, disse Modelli.

Produtividade

Em onze meses, foram instaurados nas delegacias de todo o Estado 36.750 inquéritos policiais, sendo que 31.670 deles já concluídos com apontamento da autoria elitiva e a dinâmica do crime investigado

Os dados são de janeiro a novembro deste ano, período em que a Polícia Civil concluiu 6.328 procedimentos de atos infracionais, e mais de 17 mil Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) lavrados.

“Em um cenário de crise nacional, o principal desafio enfrentado em 2016 foi fazer gestão eficiente, com otimização de recursos e meios, para que a Polícia Civil apresentasse à sociedade um resultado satisfatório de trabalhos desenvolvidos”, afirmou Rogério Modelli.

Trabalho integrado

Para o delegado geral, um fato importante para a diminuição dos homicídios foi o trabalho integrado com outras forças da Segurança Pública, como a Polícia Militar e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Foram realizadas 17 mil ações integradas, sendo 838 operações desenvolvidas de forma conjunta.

“A união de esforços, e de conhecimentos, se mostrou bastante exitosa no enfrentamento à criminalidade. Em casos de grande repercussão, como, por exemplo, o do achocolatado envenenado em Cuiabá, a investigação da Polícia Civil, com o aporte pericial da Politec, conseguiu elucidar o crime em tempo hábil com a identificação da autoria, de forma técnica e responsável, e apresentando os envolvidos à Justiça para as devidas providências”, disse Modelli.

Comente esta notícia