facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 24 de Maio de 2024
24 de Maio de 2024

23 de Agosto de 2010, 15h:37 - A | A

POLÍCIA /

Baile Funk acaba com dois mortos no Tijucal



Carolina Rodrigues

Uma festa funk acabou com 2 mortos e vários feridos na boate Ibiza, localizada na avenida Doutor Meireles, no bairro Tijucal. As vítimas são Paulo Celso Andrade Ojeda, 25, conhecido como Paraguai, e Carlos Willian Santo Almeida, 18, conhecido Dubrau. Eles foram socorridos por frequentadores da festa mas não resistiram aos ferimento e morreram no Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá. A Polícia já prendeu 5 suspeitos do crime que pertencem à Gangue do Brinquinho, formada por moradores do bairro Parque Cuiabá.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Conforme informações de pessoas que estavam no local, Dubrau deu um tapa no rosto de Raoni Martins de Souza, 19, conhecido como Bicudo. Os amigos dele, Jeferson Silva Gonzaga, 20, conhecido com IF, Raynner Layone da Silva Carvalho, 21, Haynner Martins Moraes, 21, conhecido como Brinquinho, e Nicolas Martins Ribeiro, 23, foram tomar satisfações com o agressor e a desavença acabou em um briga generalizada.

A casa de shows estava lotada e os envolvidos usaram garrafas e demais objetos como armas. A confusão passou para a área externa do estabelecimento.

Um testemunha diz que Bicudo e um outro rapaz aproximaram-se de Dubrau e deram vários tiros. As pessoas que estavam perto ouviram cerca de 6 disparos.

Um deles seguiu armado para estacionamento onde estava Paraguai. A vítima estava indo embora e dentro do veículo estava a namorada dele. Ele foi atingido no pescoço e na cabeça. A passageira teve ferimentos de raspão no braço. Depois da ação, todos fugiram.

Quando a Polícia Militar (PM) chegou ao local os baleados tinham sido levados para o Pronto-Socorro por frequentadores da boate.

Os suspeitos foram encontrados pela Polícia no bairro Parque Cuiabá, onde moram. Eles estava com vários hematomas e cortes devido ao conflito e foram encaminhados para a Central de Ocorrências, onde estão presos.

O crime aconteceu por volta das 6h de domingo e até o final da edição o delegado responsável pelas investigações, Fausto Freitas, ainda não havia ouvido todos suspeitos de envolvimento no crime.

O familiares dos acusados, no entanto, que os dois autores dos disparos estão foragidos e que Raoni, um dos suspeitos, é inocente.


Comente esta notícia