Cuiabá, 12 de Agosto de 2022
logo

13 de Dezembro de 2017, 09h:40 - A | A

PODERES / PROJETO DOS HORRORES

Vereadores de Cuiabá irão receber 13º salário e RGA

Os 25 parlamentares têm salário de R$ 15 mil e verba indenizatória de R$ 9 mil. Só o incremento do décimo terceiro salário aos 25 vereadores representa um impacto financeiro de R$ 375 mil anualmente.

DA REDAÇÃO



Os vereadores de Cuiabá aprovaram na sessão ordinária de terça-feira (12), o projeto de lei que autoriza o pagamento de Revisão Geral Anual (RGA) aos 25 parlamentares da Casa, que também passam a ter direito ao pagamento de 13º salário.

A RGA prevista, conforme a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), previsto para ser de 4%.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Os vereadores passam a receber os valores a partir de 2018.

Atualmente os parlamentares têm salário de R$ 15 mil e verba indenizatória de R$ 9 mil. Só o incremento do décimo terceiro salário aos 25 vereadores representa um impacto financeiro de R$ 375 mil anualmente.

A medida aprovada em regime de urgência é de autoria da Mesa Diretora da Câmara. Recentemente, o Legislativo cuiabano exonerou 460 assessores por falta de cumprir os pagamentos. Neste mês os 25 chefes de Gabinete foram recontratados.

Votaram contra o projeto os vereadores: Marcelo Bussiki (PSB), Felipe Wellaton (PV), Elizeu Nascimento (PSDC), sargento Joelson (PSC), Toninho de Souza (PSD) e Mário Nadaf (PV).

Os vereadores Marcelo Bussiki (PSB) e Felipe Wellaton (PV), que são membros da Comissão de Orçamento, questionaram se o momento seria o ideal para assumir esse compromisso financeiro, lembrando a crise vivida pela Câmara.

Os vereadores favoráveis ao projeto justificaram a necessidade de 13º e RGA, alegando que os salários não são reajustados desde 2014.

Comente esta notícia

Aninha 13/12/2017

Parabéns Vereador Toninho de Souza pelo voto contrário.

Jumchrei Uilliam Tiablde 13/12/2017

Ainda pergunta o pra quê?? E vc acha que os pobres coitados que trabalham incessantemente faça chuva ou faça sol em beneficio da população teria condições de sobreviverem com míseros R$ 15,000,00 ??? kkkkkkkk Bando de larápios, hipócritas, bandidos infiltrados no poder... No Brasil isso não vai acabar nunca..

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo 13/12/2017

PROJETO DOS HORRORES mesmo" !!!"NÃO HÁ OUTRA DEFINIÇÃO "MAIS CABÍVEL" PARA MAIS ESTA "vergonha"! !Que casa HEM??????Só dá "FORA"!!!!! H O R RO R E S S E M F I M !! Até quando vamos deparar com essas "E X C R E S C E N C I A S" , D I S P A R A T E S , D E S M A N D O S , que essa CASA" vem patrocinando ???? POR ISSO O SEU NOME>>>>>CASA DOS HORRORES"(como a mídia o CHAMA).... COMO DISSE EM " N " comentários..... Há muito já era para ser "EXTINTA". Eles são agentes públicos "TEMPORÁRIOS, PASSAGEIROS,TRANSITÓRIOS. O R A B O L A S !!!!Não são servidores públicos , pelo contrário >>>São nossos empregados, que as suas funções é trabalhar pelo MUNICÍPIO. MAS...Isto eles não fazem... e agora vem com esses DESPROPÓSITOS!!!!!! CRIEM VERGONHA SENHORES EDIS....Vão trabalhar!! qualquer hora vão querer AUXÍLIO DOS MAIS ABSURDOS QUE EXISTEM POR AÍ. Tais como: Bolsa paletó, moradia, saúde, cultura (comprar livros), transporte, combustíveis, gás, creche, papelaria, alimentação,, custo e indenização, enfim "ABERRAÇÕES" quase que intermináveis. Este comentário serve para o legislativo e o judiciário. EIS O QUESTIONAMENTO QUE FICA>>>>>.PORQUE ???? ATÉ QUANDO?! Que temos que sustentar essa TURMA???? C H E G A !!!! C H E G A !!!! C H E G A !!!!! CHÔ CHÔ CH Ô

JEFERSON MATOS 13/12/2017

Eu apoio a concessão do RGA aos servidores da Câmara Municipal. Mas quanto aos vereadores, digo : estar vereador não é profissão. Deveriam se envergonhar até de receber salários num cargo onde em países civilizados não há remuneração. Todos deveriam trabalhar durante o dia em uma profissão normal e á noite 02 vezes por semana legislarem. A Câmara de Cuiabá é uma vergonha. 13° ? Pra quê ?

4 comentários

1 de 1