facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 14 de Julho de 2024
14 de Julho de 2024

31 de Outubro de 2017, 19h:13 - A | A

PODERES / GREVE NO DETRAN

Russi diz que sindicato é radical e defende ação da PM ao prender servidores

Secretário da Casa Civil, Max Russi diz que governo não vai aceitar que as ruas do Palácio Paiaguás, as ruas do complexo [Centro Político] sejam trancadas

CAROL SANFORD
DA REPORTAGEM



Em coletiva nesta terça-feira (31), sobre a prisão de três servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Estado, no Centro Político Administrativo, após um grupo ter bloqueado o trânsito na Avenida Desembargador Carlos Avalone, durante manifestação do Sindicato dos Servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Mato Grosso (Sinetran), o secretário da Casa Civil do Estado, Max Russi declarou que o sindicato tem agido de forma política para prejudicar o Governo do Estado e radicalizado em seus atos de greve, que já dura 51 dias.

"Mostra realmente que eles muito mais do que buscar o caminho do diálogo, que pode levar a algum entendimento, eles tentam de todas as formas prejudicar o Governo", disse o secretário.

"Não vamos aceitar que as ruas do Palácio [Paiaguás], as ruas do complexo [Centro Político] sejam trancadas. A manifestação é legítima. Eu recebi o sindicato por algumas vezes, sempre fomos muito francos com o que era possível, mas esse sindicato vem desde o início do Governo conduzindo de forma a dificultar até mesmo as negociações", declarou.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O secretário argumentou que há radicalismo por parte do Sinetran nas tratativas da greve por reajuste salarial, o que segundo ele, "mostra realmente que eles muito mais do que buscar o caminho do diálogo, que pode levar a algum entendimento, eles tentam de todas as formas prejudicar o Governo".

"A Polícia Militar esteve presente naquilo que era o dever da polícia, que é manter a ordem pública, manter a rua aberta, manter o trafego desobstruído”.

Sobre o fato de três servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Estado (Detran) terem sido detidos, na manhã desta terça-feira (31), por terem bloqueado a via no Centro Político Administrativo, o secretário afirmou que o Governo considera que a Polícia Militar agiu de forma correta, cumprindo seu papel de manter a ordem pública.

“Teve esse incidente que ocorreu hoje o qual não era o desejo do nosso Governo, mas a Polícia Militar agiu de forma correta. A Polícia Militar esteve presente naquilo que era o dever da polícia, que é manter a ordem pública, manter a rua aberta, manter o trafego desobstruído”.

Questionado sobre a denúncia do Sinetran, de que a ação dos policiais foi truculenta e de que os servidores detidos teriam sido torturados, enquanto estavam nas viaturas da PM, tanto o secretário da Casa Civil, como o secretário de Segurança Pública, Gustavo Garcia, afirmaram que os possíveis excessos serão averiguados e se confirmados as providências cabíveis serão tomadas.

Quanto a possibilidade de aumento de salário reivindicada pelos servidores do Detran, o secretário concluiu que a medida é inviável financeiramente para o Executivo nesse quadrimestre e que a situação já foi apresentada por ele aos representantes da categoria em três reuniões.

Leia mais:

Três grevistas do Detran são detidos em protesto no Governo

 

Comente esta notícia

Lucia 31/10/2017

Agiu de forma correta? Então pq não agiram assim com as turmas dos grampos? Governo opressor.. nada justifica a agressão, a truculência. Engraçado que para outras categorias tem aumento. Sabe pq o sr governador não quer dar aumento ao Detran? Para sair de herói na história, para passar a imagem que ele deu pq quis. Taques nunca mais, pode aposentar pq não ganha nem para presidente de bairro.

positivo
0
negativo
0

alexandre 31/10/2017

muito feio pra imagem do governo, acabou....eleição.

positivo
0
negativo
0

alexandre 31/10/2017

nada justifica a injusta agressão contra trabalhadores desarmados, numa manifestação pacifica, se o governo tinha alguma razão acabou de perder quando agiu com truculência, violência e radicalismo. GLO desocupa ruas sem agredir ninguém. governo de mata leão. ninguém atacou a PM. fácil bater em civil desarmado.

positivo
0
negativo
0

3 comentários

1 de 1