facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

11 de Abril de 2022, 12h:01 - A | A

PODERES / CANDIDATO AO SENADO

Neri diz que tem ‘moral’ para ter apoio de Bolsonaro: ‘Não preciso fazer videozinho’

Partido Progressista tenta negociar para que Bolsonaro não interfira na disputa pelo Senado em Mato Grosso

EUZIANY TEODORO
DO REPÓRTER MT



O deputado federal Neri Geller (PP), pré-candidato ao Senado, afirmou em entrevista no final de semana que “tem moral” com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) para, “no pior dos cenários”, contar com sua neutralidade na disputa pelo Senado, já que Wellington Fagundes, do mesmo partido do presidente, também está na briga.

O Partido Progressista (PP), um dos mais fortes da base de sustentação do Governo Federal, tenta negociar para que Bolsonaro não interfira na disputa pelo Senado entre os candidatos de Mato Grosso, polarizada entre Neri e Wellington.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“Nós fizemos muito. Sempre falei que nós ‘temos moral’ para falar do presidente Bolsonaro, do Governo Federal, porque as pautas importantes, em todas elas nós estávamos na linha de frente. Quem deu sustentação ao presidente nos momentos difíceis, foi o nosso Partido Progressista, e eu fui uma das lideranças, talvez entre as mais importantes para as mudanças”, afirmou Neri.

“Alfinetando” Wellington, que na última semana gravou um vídeo anunciando que tenta trazer Bolsonaro a Mato Grosso, em evento da Assembleia de Deus, Neri disse que "não implora apoio de ninguém" e que não precisa “gravar videozinho” para provar proximidade com o presidente.

Leia também - Em reunião com produtores, Neri volta a defender que Mato Grosso saia da Amazônia Legal

“Não estou aqui implorando apoio, não. Não preciso disso, não faço isso. Procura o Ciro (Nogueira – presidente do PP), procura o Arthur (Lira – do PP, presidente da Câmara), procura as fontes de Brasília. Não precisa eu fazer ‘videozinho’, dizer que que estou trazendo o presidente. Eu fiz isso durante meu mandato, fui chamado pelo presidente nos grandes temas nacionais.”

Neri diz ainda que não dispensa apoio de ninguém e que não vai fazer uma campanha baseada apenas no apoio de Bolsonaro, e sim baseada em seu trabalho.

“Não posso fazer um ‘cavalo de batalha’ disso. Não posso fazer uma eleição pensando única e exclusivamente no apoio do presidente Bolsonaro. Eu quero o apoio, porque eu mereço, e quero apoio da base. As coisas vão se consolidando aos poucos. Eu estou muito tranquilo e sei o que estou fazendo, porque tenho serviço prestado, tenho capacidade de articulação e estou no partido que é muito forte no Governo Federal. Mais que isso, eu tenho compreensão da importância de eu estar lá no Senado para o estado de Mato Grosso, para o Brasil e para o meu partido”, concluiu.

 

Comente esta notícia

Xomano 11/04/2022

Kkkkkkkkkkkkkk

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1