facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 27 de Maio de 2024
27 de Maio de 2024

15 de Maio de 2024, 07h:00 - A | A

PODERES / PAÍS DO FUTURO

Mauro: Acreditem no Brasil, mas cabe aos agentes públicos transformar oportunidades em realidade

Governador destacou a importância da produção agrícola de Mato Grosso para atender as demandas do mundo.

APARECIDO CARMO
DO REPÓRTERMT



O governador Mauro Mendes (União Brasil) defendeu que é preciso continuar a acreditar no Brasil, mas que os agentes públicos precisam ter a consciência de que são eles os responsáveis por fazer as mudanças necessárias para o avanço do país. A declaração foi feita nessa terça-feira (14), em um discurso para lideranças políticas e investidores internacionais presentes na conferência Lide Brazil Investment Forum, realizada em Nova Iorque.

“Tenho certeza que todos nós crescemos ouvindo essa frase: o Brasil é um país de oportunidades. Mas o que acontece com o nosso Brasil que ainda continuamos em muitos desses setores sendo um país de oportunidades? Será que elas se renovaram, se ampliaram, ou ao longo de muitas décadas deixamos de fazer aquilo que precisava ser feito?”, questionou o governador.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Usando como exemplo as conquistas do estado de Mato Grosso nos últimos anos, Mendes disse que é preciso fazer além do “possível” e ter a coragem de fazer aquilo que é “necessário”.

Leia mais - Mauro: MT é um gigante de oportunidades em economia verde e infraestrutura

“Eu vejo muitas vezes no Brasil muitos se vangloriarem e dizer assim: ‘fizemos o que era possível, fizemos o que era possível’. Seremos um país do futuro e sempre um país das oportunidades no dia em que nós começarmos a ter coragem de fazer o que é necessário”, disse.

Mauro defendeu que o Brasil inteiro tem vocação para o desenvolvimento, mas cabe aos atores políticos transformar as oportunidades que se apresentam em resultados para a população.

“Me resta dizer aos senhores que acreditem e continuem acreditando no Brasil, mas resta a nós, agentes públicos, fazer o que é necessário para transformar todas as oportunidades em realidade no nosso país”, destacou.

O governador defendeu que o Congresso Nacional atue para impedir que o Judiciário legisle em seu lugar, além de defender que cada poder constituído “exerça o seu papel”.

Por fim, ressaltou a confiança de que o Brasil e, em especial o estado de Mato Grosso, desempenharão papel crucial na tarefa de atender a demanda do comércio internacional por alimentos e na produção de combustíveis não-poluentes.

“Continuamos acreditando no Brasil, acredito que o nosso Mato Grosso tem e terá um papel importante na produção de alimentos, na produção de energia limpa e contribuindo para que todos nós brasileiros, brasileiras e todos aqueles que quiserem se juntar nós possam fazer dos seus sonhos, das oportunidades, grandes negócios no Brasil e em todo o planeta”, concluiu.

Comente esta notícia