facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 21 de Junho de 2024
21 de Junho de 2024

29 de Dezembro de 2022, 14h:21 - A | A

PODERES / SERÁ MINISTRO

Margareth Buzetti assume vaga de Carlos Fávaro no Senado em janeiro

Fávaro venceu a “briga” pelo cargo, inclusive em disputa com outros mato-grossenses.

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT



Com a nomeação do senador Carlos Fávaro (PSD) para o comando do Ministério da Agricultura no governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a empresária e suplente Margareth Buzetti, agora do PSD, assume a vaga deixada por ele em Brasília por tempo indeterminado.

O senador enfrentou dificuldades para garantir sua indicação, tendo em vista que sua primeira suplente defendeu a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Buzetti precisou sair do Partido Progressista para integrar ao Partido Social Democrático de Fávaro, após a pressão petista. Com isso, ela deixa de fazer parte da oposição a Lula.

A segunda resistência veio dos produtores rurais no Estado, que não aceitavam Fávaro como representante da categoria, justamente por ter apoiado o projeto de Lula pela volta ao poder. Agora, seu desafio será restabelecer o diálogo e garantir o elo de Lula com o principal setor da economia brasileira.

Com a saída do senador, Buzetti deverá assumir a cadeira de Fávaro no Senado Federal já no início de janeiro.

Procurada pelo Repórter MT, ela ainda prefere não conversar com a imprensa a respeito.

Comente esta notícia