Cuiabá, 01 de Fevereiro de 2023
logo

05 de Dezembro de 2022, 18h:40 - A | A

PODERES / CERIMÔNIA DE POSSE

Bolsonaro não deve passar faixa a Lula, confirma Wellington

Caso Bolsonaro realmente se recuse, o responsável pela entrega seria o vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos).

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT



O senador Wellington Fagundes (PL) afirmou nesta segunda-feira (05), que o presidente Jair Bolsonaro (PL) ainda está "analisando" se participará da cerimônia de posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no dia 1º de janeiro de 2023, ocasião em que ele deverá passar a faixa para o novo presidente eleito.

"Nós estivemos com ele na semana passada. Ele estava ainda com problemas de saúde e a posição dele é que ainda está analisando”, disse.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Apesar de ainda não ter confirmado oficialmente que não pretende passar a faixa para Lula, o senador explicou que Bolsonaro ainda segue inconformado com sua derrota, que acredita ter sido fruto de fraude nas eleições.

“Ele ainda não disse nem que vai e nem que não vai. Mas ele continua discordando do resultado porque ele entende que foi fraudado”, declarou.

No final do mês passado, o Partido Liberal pediu a anulação de votos em diversas urnas eletrônicas por suposta fraude. Entretanto, o ministro Alexandre de Moraes presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TSE) negou e ainda aplicou multa para o partido.

Questionado se concorda que houve fraude na eleição deste ano, Wellington disse que as urnas eletrônicas são usadas a anos e que se houver irregularidades o partido precisa apresenta-las à população.

"Isso é uma questão que o partido está estudando ainda, contratou uma empresa especializada então não pode ser uma coisa no achar, tem que ser com fatos concretos e cabe a essa auditoria que foi contratada pelo PL falar. O processo eleitoral no Brasil já vem de muito tempo, acredito que se a denúncia do partido tiver consistência, teremos que apresentar isso para a sociedade”, defendeu Wellington.

Caso Bolsonaro realmente se recuse, o responsável pela entrega seria o vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos).

Comente esta notícia

CHIRRÃO 06/12/2022

Só no Brasil mesmo!! Quem deveria estar usando algemas ...Vai usar faixa presidencial.

Observvador 06/12/2022

Essa atitude pequena e antidemocrática ,é bem característica deste presidente, age como criança birrenta, obtuso, axiomático e paradoxal

2 comentários

1 de 1