facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024

18 de Maio de 2024, 18h:03 - A | A

PAPO RETO / "ENGOLE O CHORO"

Universitários protestam contra greve de professores da UFM; "Faz o L"

DO REPÓRTER MT



Estudantes de Agronomia do campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) na cidade de Sinop (500 KM de Cuiabá), levantaram um protesto contrário à greve dos professores, anunciada na sexta-feira (17).

Em um cartaz com letras garrafais, escreveram: “engole o choro e faz o L”.

Os trabalhadores reivindicam a recomposição salarial e argumentam que a defasagem passa de 50%, uma vez que nem mesmo a recomposição da inflação vinha sendo paga.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Pacu do Porto 20/05/2024

EDILSON, todo quadrupede igual a vce, é teimoso kkkkkkkkkkkkkkkk.. Engole o choro !!

positivo
6
negativo
2

luis 20/05/2024

Isso é que é DEMOCRACIA !!! Os trabalhadores podem se expressar !!!! Os bozolóides Sinopenses que lutem , que chorem E QUE ACEITEM QUE DOI MENOS !!!! LULA, PRESIDENTE DO POVO DO BRASIL !!!!! E A GAUCHADA QUE VÁ FAZER ALGO PELO CONTERRÂNEOS QUE ESTÃO COM PROBLEMAS !!! O MST E OS NORDESTINOS JÁ MANDARAM SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA ENCHER O BUCHO DO GADO RACISTA QUE PASSAM NECESSIDADE !!!

positivo
3
negativo
18

Welton Lima 20/05/2024

Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

positivo
0
negativo
0

Molho 19/05/2024

Nos últimos quatro anos, as universidades federais foram alvo de ataques por parte do governo Bolsonaro, que as desqualificou e desmoralizou em discursos proferidos por ministros da Educação e pelo próprio presidente. Esses ataques incluíram cortes orçamentários, dificuldades na liberação de recursos e congelamento de salários, resultando na degradação da infraestrutura e nas condições de trabalho e ensino.

positivo
1
negativo
7

edilsonmartinstavares 18/05/2024

Fasso um milhão se for preciso mais não quero aquela carniça do bozo de volta a não ser que me mostre nem que for um posto de saúde que ele fez em 4 anos só distribuiu odio entre os povos isso sim

positivo
12
negativo
44

5 comentários

1 de 1