Cuiabá, 03 de Fevereiro de 2023
logo

15 de Dezembro de 2014, 16h:48 - A | A

PAPO RETO / VAGA DE CONSELHEIRO

Prado compra 'briga' dos servidores do TCE e tenta impedir ida de Janete

DA REDAÇÃO



O Ministério Público do Estado entrou com uma nova Ação Civil Pública tentando barrar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso em fazer a indicação da ex-secretária de Cultura do Estado, Janete Riva (PSD), ao cargo de conselheira do Tribunal de Contas do Estado, no lugar de Bosaipo, que renunciou na semana passada. Na primeira tentiva, o promotor Gilberto Gomes, teve negado o pedido de liminar pelo juiz Luis Aparecido Bertolucci Júnior. Nesta segunda tentativa, o procurador-geral de Justiça, Paulo Prado, compra a 'briga' da Associação dos Servidores do TCE, e entra com nova Ação Civil Pública onde cita que Silval Barbosa (PMDB) e Waldir Teis, presidente do TCE, não nomeie e não dê posse à Janete Riva, respectivamente. O que chama a atenção neste contexto é a entrada de Prado na história. Com maioria dos votos na eleição para procurador-geral de Justiça para o próximo biênio, Prado pode ser reconduzido ao cargo novamente. A escolha para isso depende do novo governador do estado, Pedro Taques (PDT), que acha absurda a indicação de Janete feita pela Assembleia para a cadeira de conselheira. Só uma coincidência!

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

ROSELI MORAES SANTANA 15/12/2014

Coincidência nada, o PAUL0 PRADO quer é aparecer agora que sabe que o Pedro Taques é contra a nomeação de Janete, ele - PAULO PRADO - resolve assumir a luta - antes travada apenas pelos Promotores do Patrimônio Público - é um jeito que ele encontrou de ficar bem na foto e fazer uma média com o Pedro Taques

1 comentários

1 de 1