facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024

22 de Setembro de 2017, 13h:09 - A | A

PAPO RETO / À BASE DE MACONHA

Falta de remédio de R$ 480,00 motivou prisão de secretário Luiz Soares

DA REDAÇÃO



O secretário estadual de Saúde, Luiz Soares, foi preso na manhã desta sexta-feira por uma dívida de R$ 480 relativa à compra de um medicamento proibido pelo Ministério da Saúde, o Canabidiol, que tem como princípio ativo a maconha.

A decisão foi considerada por muitos como exagerada, inclusive pelo juiz Bruno D'Oliveira Marques, da 11ª Vara Criminal de Cuiabá, responsável pela audiência de custódia. "O cumprimento da prisão foi exagerado pelo juízo de direito da Vara Única de Canaã do Norte-MT", diz trecho do termo de audiência, assinado pelo magistrado. 

Além disso, como destacou o procurador-geral do Estado Rogério Gallo, há inúmeros tipos de pena que poderiam ter sido adotadas, como o bloqueio do valor via judicial, não justificando a prisão de um secretário de Estado.

A decisão, segundo Gallo, caiu por terra quando o próprio juiz Bruno D'Oliveira Marques, da 11ª Vara Criminal de Cuiabá, constatou a incompetência do Juízo de Primeiro Grau para prender Soares, que possui prerrogativa de função.

 

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

alexandre 22/09/2017

descumprimento reiterado de decisão judicial repetidas vezes....

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1