Cuiabá, 01 de Fevereiro de 2023
logo

23 de Janeiro de 2023, 15h:49 - A | A

PAPO RETO / "DEPUTADES ELEITES"

Agência Brasil adota "linguagem neutra"

DO REPÓRTER MT



A Agência Brasil, canal oficial de comunicação do governo federal, divulgou uma notícia em que utiliza a linguagem neutra para referir-se a um encontro entre parlamentares, realizado entre os dias 20 e 21 (sexta-feira e sábado), com a temática lgbtqia+. O pedido para o uso da linguagem partiu dos parlamentares eleitos.

Em vários momentos do texto divulgado pela agência, aparecem palavras de gêneros neutro, como “deputades” e “eleites”. 

O texto cita as deputadas federal e estadual transexuais Duda Salabert, do PDT de Minas Gerais, e Érica Hilton, do PSOL de São Paulo, a deputada estadual intersexo Carolina Iara, do PSOL de São Paulo, a deputada estadual Dani Balbi, do PCdoB do Rio Janeiro, e a primeira trans a ocupar um cargo federal, Symmy Larrat.

Apesar de ser utlizada em alguns eventos públicos do governo e adotado em instituições públicas, como universidades, a linguagem neutra é uma polêmica, principalmente por se opor à gramática padrão da língua portuguesa.

De acordo com agência, o gênero neutro foi utilizado "a pedido das parlamentares eleites". Leia na íntegra

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Celia 24/01/2023

Vão mudar também a Língua Portuguesa? Os direitos no Brasil está sendo de via única. Os meus direitos como mulher, mãe, cristã e Pedagoga não estão sendo respeitados.

Ricardo 24/01/2023

O que esperar de um país comandado por um ladrão tirado da cela e colocado diretamente na cadeira de presidente por um ministro igualmente corrupto?

2 comentários

1 de 1