facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

02 de Dezembro de 2017, 15h:22 - A | A

GERAL / SUMIU APÓS AULA

Menino que deixou família em desespero é localizado em Várzea Grande

De acordo com uma amiga da família, o garoto estava na casa de um amigo, com quem estuda.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÂO



O  menino Vinícius Lemos Aguiar, 11 anos, dado como desaparecido pela família neste sábado (2), foi localizado na casa de um amigo com quem estuda, em Várzea Grande.

O garoto não era visto deste o final da manhã de sexta-feira (1º), quando não retornou da Escola Estadual Governador Jayme Veríssimo de Campos, no bairro Nova Várzea Grande, onde estuda.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

"Descobrimos que o Vinícius estava na casa de um coleguinha da escola. Não sabemos o motivo dele ter ido pra lá sem falar para ninguém. A família foi buscá-lo", conta a amiga da família, Lenise Ramos.

Segundo informações, a família do amigo de Vinicius notou que ele havia sido dado como desaparecido, após ver postagens em redes sociais e notícias na internet.

Lenise havia explicado ao , pela manhã, que o pai do garoto estava desesperado atrás da criança. “O pai já foi na polícia comunicar o fato e agora está indo nos hospitais para ver se consegue alguma informação”, contou Lenise, anteriormente.

Desaparecimentos após aula

Há dois meses, os pais da adolescente Camila Neves Martins, de 16 anos, a encontraram na  casa de uma amiga que mora na região do Cristo Rei, em Várzea Grande.  A menina tinha desaparecido dois dias antes, depois de ir para escola.

O pai da menina, Reneilton de Almeida Martins, de 36 anos, disse que um amigo da família afirmou ter visto a garota e ligou para contar aos pais, por volta de 21h.

Leia mais

Menino de 11 anos desaparece após ir para escola em Várzea Grande

Menina é encontrada em casa de amiga após deixar pais desesperados

Comente esta notícia

Gilston 03/12/2017

EU NÃO ENTENDO A FAMÍLIA QUE ACOLHA UMA CRIANÇA QUE NÃO PERTENCE A FAMÍLIA E FICA QUIETINHA? O correto é que: quando chega em casa uma criança acompanhado seu filho, tem que tomar as providencia em comunicar a Escola ou a policia, para que o conselho tutelar vá lá ver o que esta se passando com esta criança visitante.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1