facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

17 de Junho de 2024, 12h:40 - A | A

GERAL / CENÁRIO CRÍTICO

Com dois incêndios no Pantanal, Sema antecipa operação de combate para evitar tragédia ambiental

A proibição estava prevista para começar no dia 1º de julho, mas foi adiantada e deve se estender até 31 de dezembro.

RENAN MARCEL
APARECIDO CARMO



A secretária de Meio Ambiente de Mato Grosso, Mauren Lazzaretti, anunciou nesta segunda-feira (17) a antecipação do período proibitivo do uso de fogo no bioma Pantanal.

A proibição estava prevista para começar no dia 1º de julho, mas foi adiantada e deve se estender até 31 de dezembro. O anúncio foi feito no município de Poconé (a 104 km de Cuiabá) e o RepórterMT acompanhou presencialmente a entrevista da secretária.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A antecipação pretende evitar uma nova tragédia ambiental, como a de 2020, e iniciar o controle do fogo preventivamente. Dois incêndios florestais já foram registrados este ano no bioma e estão ativos.

"O nosso monitoramento contínuo apresentou um alerta em relação ao Pantanal. Os eventos de fogo já se iniciaram no estado de Mato Grosso e está exigindo a intensificação das ações", explica a secretária.

Ela ainda lembra que o Pantanal no estado vizinho, Mato Grosso do Sul, já sofre com as queimadas. "É um cenário lá bastante complicado já agora no mês de junho".

Nesta segunda-feira, o Governo do Estado lançou um programa de prevenção aos incêndios florestais, com equipes do Batalhão Ambiental, Corpo de Bombeiros e agentes da Sema, entre outras entidades, municípios e organizações da sociedade civil. 

A ação leva em consideração as condições climáticas, que apontam para estiagem severa nos próximos meses, conforme monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

"Nós esperamos um cenário bastante crítico, mas temos a convicção de que a resposta vai minimizar os eventos que aconteceram em 2020 ainda que o cenário de seca e de clima seja pior que aquele ano", ponderou a secretária.

Incêndios no Pantanal

Em Mato Grosso do Sul, equipes do Corpo de Bombeiros combatem incêndios no bioma do Pantanal há 77 dias. Já em Mato Grosso, um foco de incêndio está sendo monitorado na Barra do Rio São Lourenço, e não apresentou avanço durante nesse final de semana. Outra faixa de incêndio, de cerca de 600 metros, é monitorada na Bolívia, pois está a 4,5 quilômetros da fronteira brasileira. 

Em 2020, o fogo queimou mais de 30% do território do Pantanal, na porção brasileira, o equivalente a 44.998 quilômetros quadrados. 

Investimento

Neste ano, o Governo de Mato Grosso está investindo R$ 74,5 milhões para o combate de crimes ambientais em Mato Grosso. Os principais recursos deste ano estão concentrados nas ações de prevenção e combate aos incêndios florestais, que terão investimento de R$ 30,9 milhões, para locação de quatro aviões e contratação de 150 brigadistas, entre outras ações.

 

Comente esta notícia