Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

14 de Dezembro de 2016, 14h:15 - A | A

GERAL / R$ 712 MILHÕES

Baianos vencem licitação para trocar toda iluminação antiga de Cuiabá

A concessão determina que o consórcio troque as lâmpadas amarelas por LED, em 67 mil pontos de iluminação da cidade

RAFAEL DE SOUSA
REDAÇÃO



O Consórcio Cuiabá Luz, do Estado da Bahia, foi declarado vencedor da concorrência de R$ 712 milhões, aberta pela Prefeitura de Cuiabá, para o sistema de iluminação pública da capital mato-grossense. 

A Prefeitura de Cuiabá publicou, no Diário de Contas que circula nesta quarta-feira (14), o resultado da licitação. O grupo baiano vai administrar o setor, por meio de uma parceria-público privado (PPP). 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O consórcio disputava a licitação sozinho, depois que o concorrente Infrel - formado pelas empresas Elglobal Construtora Ltda., Tricon Construtora e Incorporadora Ltda. e Neon Construções Elétricas Ltda. - foi desclassificado, por não comprovar garantia bancária para manter o projeto.

Segundo a Comissão Especial de Licitação da Prefeitura, não foi encontrada nenhuma irregularidade por parte do consórcio em nenhuma das fases do processo licitatório.

O Cuiabá Luz - formado pelas empresas baianas FM Rodrigues e Cia Ltda., Cobrasin Brasileira de Sinalização e Construção Ltda. e Sativa Engenharia Ltda.- passa a ter como responsabilidade a execução da expansão, operação e manutenção da infraestrutura da rede de iluminação pública do Município, nos próximos 30 anos.

A concessão determina ainda que o grupo troque as conhecidas lâmpadas amarelas por LED, em 67 mil pontos de iluminação existentes na cidade, nos próximos três anos.

O documento aponta que pelo menos três mil pontos de Cuiabá, como praças e avenidas, devem receber iluminação artística.

Os R$ 712 milhões que serão investidos no sistema de iluminação nas próximas três décadas serão divididos: R$ 270 milhões para investimentos e R$ 112 milhões para custear a operação e manutenção do sistema.

Só no primeiro ano, a Prefeitura vai desembolsar para o consórcio R$ 12,5 milhões. Nos anos seguintes, serão R$ 25 milhões. 

O contrato entre o município de Cuiabá e o Consórcio deve ser assinado ainda nste mês.

 

 

Comente esta notícia