facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 13 de Julho de 2024
13 de Julho de 2024

13 de Junho de 2024, 18h:45 - A | A

ENTREVISTA / FALTA DIÁLOGO

Membro do Comando de Greve na UFMT: Governo Lula prometeu priorizar educação, mas não nos dá ouvidos

Governo federal tem demonstrado resistência em atender as reivindicações de técnicos e professores de universidade e institutos federais em todo país

KARINE ARRUDA
DO REPÓRTER MT



A greve nas universidades e institutos federais do Brasil já se aproxima do terceiro mês e, até o momento, o governo federal não tem demonstrado preocupação em atender ou flexibilizar as medidas para aceitar as reivindicações dos técnicos e professores. Caso o governo não ceda, a greve não deve terminar.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prometeu durante a campanha eleitoral que iria investir em educação e esse seria o seu principal pilar de governo, porém, parece que a promessa não vem sendo cumprida. Além disso, a falta de diálogo com a classe dos docentes tem pesado na avaliação do governo petista.

Em entrevista exclusiva ao RepórterMT, Tamires Coêlho, que é membro do Comando Local de Greve e professora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), pontuou que o governo não tem escutado os trabalhadores da educação e muito menos entendido o tamanho da demanda e das necessidades pelas quais as universidades e institutos federais tem passado nos últimos tempos.

Confira:

Assista a entrevista completa:

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Pacu do Porto 21/06/2024

FAZ O L - E VEM SE LASCAR VC TB............KKKK TOOMAAAAAAA

positivo
3
negativo
0

Paulo sa 14/06/2024

Deveria fazer um plano de governo obrigatório, se não seguisse perderia o cargo automático! Uma vergonhosa atitude com os professores!

positivo
2
negativo
1

Eduardo S. 14/06/2024

Acreditaram de novo, kkkkkkkk,.,,,,eita povo inocente, inocente nada, sao mesmos jumentadas alimentadas por esmolas e migalhas,,vivem de auxilios e cotas..porque sera que nao faziam greve no governo anterior....lasqueira, estou rindo até 2026, quando esta palhaçada acabará

positivo
7
negativo
1

André 13/06/2024

Faz o L.

positivo
10
negativo
1

4 comentários

1 de 1