facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

31 de Maio de 2024, 18h:30 - A | A

ENTREVISTA / APESAR DAS FRENTES FRIAS

Cuiabá vai enfrentar calorão maior que o normal neste ano, mas não deve bater recorde de 2023

O climatologista Rodrigo Marques alerta que temperaturas devem subir e chegar aos 44ºC

KARINE ARRUDA
DO REPÓRTER MT



Depois de entrar para o TOP 10 cidades com as maiores temperaturas já registradas no Brasil pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Cuiabá não deverá trazer novas surpresas para os moradores neste ano. Diferente da marca histórica registrada em 2023, quando os termômetros alcançaram os 44.2ºC; em 2024, a temperatura deve ficar próxima a casa dos 42ºC.

De acordo com o climatologista Rodrigo Marques, professor de geografia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), o fato é que mesmo com a presença de frentes frias, o calorão não vai dar trégua, porém as estatísticas não apontam para a quebra de um novo recorde, o que significa que haverá muito calor, sim, mas nada que ultrapasse a medição realizada no ano passado.

“Se espera que esse ano seja mais quente que o normal, mas o modelo não indica que ele vai ser mais quente que foi o ano passado. Isso não quer dizer que a gente não possa chegar em temperaturas como 43ºC ou até mesmo em 44ºC. Eu acho pouco provável pela estatística, mas temperaturas acima dos 42°C, com certeza, a gente deve ter esse ano”, afirmou o especialista, em entrevista ao RepórterMT.

Veja:

Confira o bate-papo na íntegra:

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia