facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

02 de Junho de 2024, 16h:40 - A | A

CONEXÃO PODER / ECONOMIA E EFICIÊNCIA

CNM defende eleições unificadas para acabar com barganha política: "Brasil teria outra velocidade"

O prefeito Rafael Machado, que é vice-presidente da CNM defende eleições unificadas com mandato de cinco anos, sem reeleição para cargos executivos e só uma reeleição para parlamentares.

DO CONEXÃO PODER



Em entrevista ao Conexão Poder, o prefeito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado, que tomou posse recentemente como vice-presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), defendeu a unificação das eleições para que além de gerar economia aos cofres públicos, os políticos possam ter independência.  

“Para um pouco aquela situação de eleger prefeito e vereador. Elege prefeito e vereador e isso a gente chama de passar o pires, lá em Brasília. Através das emendas parlamentares esses parlamentares acabam amarrando os políticos locais, que são os vereadores, os prefeitos e vice, que é onde o voto está, nas cidades. Então esse jogo também acabaria, também acabaria essa barganha que a gente também não concorda, que é a emenda parlamentar atrelada a voto”, ressaltou.  

Ele argumenta que estendendo o mandato para cinco anos, sem reeleição para prefeitos, governadores e presidente, e com apenas uma reeleição para os cargos de Legislativo, a eficiência dos políticos seria bem maior.

“Isso faz o agente e o partido político ter sentido, porque ele vai ter que treinar próximo da fila, dentro da sigla partidária. Então é muito interessante a dinâmica essa visão de gestão política, porque a gente acredita que o Brasil teria outra velocidade”, observou.

Veja o vídeo:

 

Assista a entrevista na íntegra:

Comente esta notícia