Cuiabá, 26 de Setembro de 2022
logo

04 de Agosto de 2022, 09h:13 - A | A

VARIEDADES / APÓS MORTES

Flórida cria restrições para médicos realizarem cirurgias do 'bumbum brasileiro'

Nos último 3 anos foram 10 pacientes mortas por conta do procedimento estético

O GLOBO



O Conselho de Medicina da Flórida aprovou em junho uma medida de emergência, com duração de 90 dias, que restringiu para 3 o número de cirurgias do 'bumbum brasileiro' que poderiam ser praticadas por médicos em um único dia. O debate quanto a continuidade das restrições irá ser retomado nesta quinta e sexta-feira em reuniões em um comitê conjunto do Conselho de Medicina e do Conselho de Medicina Osteopática da Flórida.

A decisão do Conselho de Medicina veio após 10 mortes terem ocorrido durante o procedimento estético nos últimos 3 anos. Um médico americano chegou a ser proibido, na última sexta-feira, de realizar a operação após a morte, ocorrida em abril, de uma de suas pacientes, uma mulher de 47 anos.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

No procedimento, conhecido também como lifting, a gordura é lipoaspirada do abdômen ou da parte inferior das costas ou de outras partes carnudas e usada para aumentar e moldar as nádegas. As mortes resultantes do procedimento geralmente se dão por conta de embolia gordurosa.

Leia mais em O Globo

Comente esta notícia