Cuiabá, 05 de Dezembro de 2022
logo

10 de Novembro de 2016, 17h:30 - A | A

POLÍTICA / REFORMA ADMINISTRATIVA

Taques põe Wilson na Secretaria de Cidades para 'terminar' obras da Copa

O nome do deputado Wilson Santos foi escolhido pelos deputados da base aliada na Assembleia Legislativa.

FRANCISCO BORGES
RAFAEL SOUSA



O secretário da Casa Civil, Paulo Taques, confirmou no fim da tarde desta quinta-feira (11), o nome do deputado Wilson Santos (PSDB) como novo chefe da Secretaria Estadual de Cidades, em substituição a Eduardo Chiletto, como já havia adiantado o site . Ao anunciar o nome do substituto, o secretário afirmou que a nomeação inicia uma nova fase na gestão da pasta. 

“Nós começamos uma nova fase na Secid com o deputado Wilson Santos, que já me disse está cheio de gás para começar. Por isso amanhã ele vai lá ver como está a situação e na semana que vem será formalmente nomeado”, disse Taques.

“Nós começamos uma nova fase na Secid com o deputado Wilson Santos, que já me disse está cheio de gás para começar. Por isso amanhã ele vai lá ver como está a situação e na semana que vem será formalmente nomeado”, disse Taques.

O novo secretário tem como principal missão retomar as obras de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que estão embargadas pela Justiça Federal, por diversas irregularidades. Foram exatamente as chamadas obras da Copa, consideradas essenciais para o sucesso do governo Taques, que teriam "derrubado" o ex-titular da Secid. “Nós temos que colocar esses compromissos na cabeceira da mesa, como se fosse uma bíblia, porque são compromissos sagrados do governador”, destaca Wilson. 

“Nós temos que colocar esses compromissos na cabeceira da mesa, como se fosse uma bíblia, porque são compromissos sagrados do governador”, destaca Wilson.

 O tucano disse ainda que o governo está organizando uma equipe "de ponta" com o objetivo de concluir a obra mais complexa e burocrática deixada pelo governo Silval Barbosa (PMDB). “O governador está montando uma equipe experiente, que tocou o VLT no Rio de Janeiro, que goza do prestígio do ministro [de Cidades] Bruno Araújo. A construção desse consenso é fundamental, é uma obra importante para Cuiabá e Várzea Grande, o governador recomendou essa priorização e vamos tratar isso com muita responsabilidade construíndo o melhor time técnico possível para que a gente também toque as demais obras da pasta”.

Com a saída de Wilson, que promete apresentar o requerimento de licença à Assembleia Legislativa na próxima semana, quem assume a vaga é o primeiro suplente Jajah Neves (PSDB), que esteve no cargo no período em que o parlamentar disputou a Prefeitura de Cuiabá contra Emanuel Pinheiro (PMDB), que venceu o tucano nas urnas.

ASSISTA A ENTREVISTA COM WILSON

Comente esta notícia