Cuiabá, 02 de Julho de 2022
logo

Quarta-feira, 09 de Novembro de 2011, 20h:51 - A | A

CRISE NO PSB

Luciene diz que Valtenir falta com a verdade e pode deixar partido

A deputada revela que pode sair do partido devido às provas por discriminação pessoal que vem sofrendo

MAYARA MICHELS

A deputada Luciene Bezerra (PSB) disse ao RepórterMT que, apesar da fidelidade partidária, tem todas as provas para deixar o partido por discriminação pessoal. A parlamentar alegou que vem sofrendo perseguição política de lideranças do partido. Mesmo com as provas em mãos e já enviadas ao diretório nacional, a deputada afirmou que está dando uma chance ao partido, motivo pelo qual não abandonou a sigla até agora.

“Gosto muito deste partido, mas eles estão pecando demais comigo. Não consigo engolir sapo, não consigo mais acreditar no presidente do partido. Promete as coisas, mas não cumpre. Não me chama para reunião e diz à imprensa que eu fui convidada”, desabafou a deputada.

A parlamentar disse ainda que, só não fez mais ações como deputada porque não está tendo oportunidade dentro do partido. E caso escolha em deixar a sigla ela garante que não irá integrar ao recém-criado PSD.

O presidente estadual da legenda, Valtenir Pereira, confirmou a crise instalada dentro do partido. Segundo o líder político, o desentendimento está ocorrendo porque ganhou destaque na opinião pública. “Todo partido tem suas dificuldades internas, mas quando extrapola o limite do partido e ganha às ruas, a crise é muito maior”, disse Pereira.

Sobre a saída da deputada Luciane Bezerra, Pereira se recusou a responder dizendo que iria discutir o assunto dentro do partido. Por outro lado, ele afirma que não chegará a esse ponto. “Ela é uma deputada que tem um potencial enorme e muito a contribuir com a sociedade. Vou conversar sobre esse assunto dentro do partido com ela”, finalizou o presidente.

Comente esta notícia