Cuiabá, 30 de Junho de 2022
logo

Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011, 15h:29 - A | A

RIVA

"Eder deve se preocupar menos em aparecer para não cometer erros"

RDNEWS

A fama de "exibicionista" do secretário extraordinário da Copa, Eder Moraes, não agrada em nada o presidente da Assembleia, deputado José Riva (PSD). "Se ele se preocupasse em aparecer menos e compartilhar mais, cometeria menos erros", avalia. Entre as atitudes que o cacique critica está a briga com o ex-diretor de Infraestrutura da extinta Agecopa, Carlos Brito (PSD).


Mesmo tendo sido um dos mais empenhados na definição pelo VLT, Riva saiu em defesa de Brito. Para o deputado, foram pertinentes as declarações do ex-diretor durante a audiência pública, na Assembleia, que debatia a implantação do modal. "Não acho que a participação dele foi ofensiva. Quem representava a Agecopa era o Eder, o Brito tinha todo direito de falar como cidadão", sustenta.


As críticas e questionamentos de Brito acabaram resultando na própria extinção da Agecopa. De acordo com a lei que criava a autarquia, diretor algum poderia ser exonerado ou nomeado sem o aval da Assembleia. Para ter mais autonomia, o governador Silval Barbosa (PMDB) resolveu transformar a Agecopa numa pasta de seu staff, a Secopa.


Ao mesmo tempo em que defende a demissão tanto de Brito como de Eder, Riva recua quando provocado a avaliar se Silval errou ao manter o ex-presidente da Agecopa no staff. "No lugar do Silval, eu teria demitidos os dois", afirma. Político, o deputado pondera entender os motivos que levaram o governador a tomar tais atitudes. "A Secopa precisa de alguém arrojado. O Eder tem essa característica. Só acho que não podemos confundir isso com precipitação", avalia.

Comente esta notícia