facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Maio de 2024
22 de Maio de 2024

22 de Outubro de 2010, 16h:59 - A | A

POLÍTICA /

Alckmin defende Serra em MT e e promete conlusão da BR-163 e Ferronorte



ANTONIELLE COSTA
DA REDAÇÃO

 

O governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), reforçou as propostas do candidato a presidente da República, José Serra (PSDB), para o desenvolvimento de Mato Grosso, durante durante ato eleitoral, nesta sexta-feira (22), no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá.

Em discurso, Alckmin pediu empenho dos mato-grossenses para aumentar a vantagem do candidato tucano no Estado, em relação à candidata do PT, Dilma Rousseff, no segundo turno. A eleição será no próximo dia 31.

No primeiro turno, Serra teve em Mato Grosso 678.614 dos votos válidos, contra 659.771 da candidata petista.

O governador eleito reiterou os compromissos de Serra com o Estado, principalmente nas questões de infraestrutura. Destacou que o candidato tucano pretende acelerar as obras da BR-163, chegando a Santarém (PA), da BR-158, da conclusão da Ferronorte e da Ferrovia Centro-Oeste.

"Temos o compromisso com a infraestrutura deste Estado, da BR-163, de ferrovias como a Ferronorte, que parou em Alto Araguaia, desde o tempo do presidente Fernando Henrique Cardoso. Lembro-me que, há quatro anos, fui candidato a presidente da República e disse que faria a ferrovia chegar a Rondonópolis e Cuiabá. Passados quatro anos, a obra continua no município de Alto Araguaia", afirmou.

Alckmin falou também das propostas de Serra para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), que, conforme promessa do candidato tucano, terão um salário mínimo de R$ 600. Também citou a promessa de criar o 13º para os beneficiários do programa Bolsa Família. O tucano destacou ainda que Serra irá investir na área da Saúde e Segurança.

"O investimento na Saúde vem se reduzindo no atual Governo. Com a eleição de Serra, que foi ministro da Saúde, vamos dar um impulso no setor. Na Segurança, vamos fazer um forte enfrentamento ao tráfico de drogas e de armas e acabar com a lavagem de dinheiro. Estamos em um Estado que produz soja, algodão, carne, cana, mas não produz cocaína. Vamos fazer um enfrentamento na fronteira", afirmou.

Pesquisas

Questionado sobre o fato de as pesquisas apontarem a vitória da candidata petista, Alckmin destacou que a diferença é pequena e que as pesquisas internas dão um empate técnico entre os dois candidatos.

"Muita gente dizia que a candidata do PT ia ganhar no primeiro, não ganhou e teve segundo turno. A diferença, agora, é pequena, com a tendência de uma disputa acirrada. O Serra tem todas as condições da ganhar a eleição e, ganhando. o Brasil terá um novo impulso", disse.

 

com midianews

Comente esta notícia