facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

21 de Junho de 2024, 07h:00 - A | A

POLÍCIA / BARRIL DE PÓLVORA

Sesp: Guerra entre PCC e Comando Vermelho gerou matança em Sorriso

O município é o 7° do país em taxa de homicídios. Cidade registrou aumento de 18%

DAFFINY DELGADO
APARECIDO CARMO



Para o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Coronel Roveri, os altos índices de homicídio cidade de Sorriso (420 km de Cuiabá) são decorrentes da disputa de território do tráfico de drogas entre as facções Comando Vermelho e Primeiro Comando da Capital. Levantamento realizado pelo Atlas da Violência, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), e divulgado esta semana, aponta Sorriso como o 7º município com maior taxa de homicídios do Brasil, em 2022.

"Se você pegar os indicadores de Sorriso, os crimes de roubo e latrocínio despencaram. O que destaca lá é o homicídio, obviamente pela guerra de fações criminosas, mas estamos fazendo o nosso papel", declarou.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Leia mais - Pesquisa aponta Sorriso como a 7ª cidade com maior taxa de homicídios do país

De acordo com o levantamento, o município registrou aumento de 18% se comparado ao ano de 2021, com uma taxa de homicídios de 70,5 no ano de 2022. O estudo considera municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes.

Roveri explicou que o Estado de Mato Grosso tem feito investimentos na região, não somente em equipamento, mas ampliando o efetivo e, como exemplo disso, ele afirmou este ano a Sesp registrou aumento de 130% nas prisões comparado ao mesmo período do ano passado.

"Realmente estamos trabalhando duro lá em Sorriso e em todo estado, vamos continuar com as operações, prisões e ações de investigação da Polícia Civil. Este ano, somente em Sorriso, tivemos um aumento de 130% no aumento das prisões em relação ao mesmo período do ano passado. Então isso mostra que nós estamos intensificando os trabalhos lá", disse.

Em relação ao crime de homicídio, o secretário destacou que a expectativa é que este ano haja uma redução nessa ocorrências na cidade.

"Nós temos os números de homicídio que está igual ao do ano passado, mas acreditamos que até final do ano vamos conseguir vencer 2023", finalizou.

Comente esta notícia

Oliveira Ferreira 21/06/2024

Secretário só quer enganar quem todo mundo sabe que a ordem para criminalização aqui fora vem de dentro dos presídios cadê os bloqueadores de celular que o senhor mandou instalar até agora nada as ordens continuam vindo de dentro dos presídios e nada muda aqui fora acorda o povo já não é mais besta se o senhor não tá dando conta de resolver o problema pede para sair simples aproveita o momento que o governador tá trocando vários secretários aí o senhor já pede para sair antes que o senhor seja mudado. Ou troca aquele calcanhar de Aquiles que é aquela secretaria de Administração penitenciária e só dá dor de cabeça para o senhor.

positivo
2
negativo
0

1 comentários

1 de 1