Cuiabá, 09 de Agosto de 2022
logo

19 de Dezembro de 2017, 17h:52 - A | A

POLÍCIA / PRÉDIO DE ALTO PADRÃO

Porteiro é preso após furtar Rolex de R$ 40 mil em apartamento de Cuiabá

O furto ocorreu em um dos apartamentos do prédio, de alto padrão, no dia 10 de dezembro, localizado no bairro Quilombo.

CAMILA PAULINO
DA REDAÇÃO



Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá prenderam na tarde desta segunda-feira (18) o porteiro do condomínio Monrealle, A.D. C., que furtou um relógio avaliado em mais de R$ 40 mil de dentro de um apartamento. O comparsa dele, identificado por F. D. S. S, de 38 anos, também foi preso por porte ilegal de arma de fogo.

O furto ocorreu em um dos apartamentos do prédio, de alto padrão, no dia 10 de dezembro, localizado no bairro Quilombo.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Do local foram subtraídos um relógio da marca Rolex, avaliado em mais de  R$ 40 mil, e ainda duas correntes de ouro.

As investigações iniciaram quando a vítima procurou a delegacia, e por meio de imagens das câmeras de segurança do apartamento (não do condomínio), o porteiro foi identificado como autor do furto.

Na análise das câmeras de segurança do condomínio foi possível verificar que no horário do furto, o acusado saiu da portaria e subiu pelas escadas, as quais não possuem câmeras e ficou por cerca de dez minutos fora do posto.

Com a identificação do criminoso, os policiais entraram em contato com a empresa terceirizada, na qual o porteiro era funcionário, pedindo que solicitassem a presença dele naquela hora.

Os policiais montaram campana próxima à empresa e abordaram o porteiro quando ele chegava ao local. No baú da motocicleta dele, os policiais encontraram o relógio Rolex, que foi reconhecido pela vítima como sendo o mesmo furtado de seu apartamento.

Diante do flagrante, ele foi conduzido à Derf, onde confessou o crime e revelou que pretendia comprar uma arma de fogo, oferecida por um conhecido.

Com as informações, os policiais foram até a residência do vendedor, na região do CPA, onde encontraram um revólver calibre 38, com seis munições, na cintura.

Ele também foi conduzido à Derf, onde foi autuado em flagrante pelo porte ilegal de arma de fogo.

A delegada Luciani Barros Pereira de Lima revelou que o acusado tem várias passagens anteriores por porte ilegal de arma de fogo.

“Diante do histórico criminal, não foi arbitrada fiança, sendo o suspeito encaminhado para audiência de custódia no fórum da Capital. O porteiro responderá em inquérito policial pelo furto”, disse a delegada.

Comente esta notícia