facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 13 de Julho de 2024
13 de Julho de 2024

23 de Junho de 2024, 10h:27 - A | A

POLÍCIA / NÃO CAIA!

Polícia alerta sobre golpes da falsa central telefônica

nessa modalidade o criminoso aborda uma vítima, muitas vezes comerciante, dizendo, por exemplo, que sabe que a vítima ajudou a polícia e que, em virtude da suposta denúncia, uma pessoa aleatória foi presa. Em seguida, o golpista exige o pagamento de dete

DO REPÓRTER MT



O delegado Adil Pinheiro, da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Tangará da Serra, chama a atenção para um novo golpe que tem sido registrado em Mato Grosso, que envolve a “falsa central telefônica”. Segundo ele, nessa modalidade o criminoso aborda uma vítima, muitas vezes comerciante, dizendo, por exemplo, que sabe que a vítima ajudou a polícia e que, em virtude da suposta denúncia, uma pessoa aleatória foi presa. Em seguida, o golpista exige o pagamento de determinado valor e ameaça a vítima, com roubo ou até morte.

“É importante que a vítima tenha calma e reflita um pouco, pois se ela não tem envolvimento com o delito, não faz sentido ser ameaçada de represálias por alguém que ela sequer conhece. Esse tipo de atitude não passa de golpe e as ligações, na maioria das vezes, vêm de dentro de presídios”, observa o delegado, que investiga as ocorrências de estelionato tentado e consumado no município de Tangará da Serra.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

No Brasil, 208 golpes de estelionato são registrados por hora, conforme dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2023, e a cada dia os criminosos se reinventam nas abordagens para tentar realizar golpes e fraudes eletrônicas.

Conforme o levantamento, a maior parte das fraudes acontece por meio do aparelho celular ou outro dispositivo eletrônico da vítima, seja pela internet, aplicativos e mensagens de celulares, redes sociais ou até mesmo ligações telefônicas.

U umas das principais medidas de segurança para evitar cair em golpes é estar sempre em alerta e desconfiar do que, aparentemente, parece ser vantajoso e fácil e de informações que não fazem parte da rotina.

 

Canais de orientações

A Polícia Civil de Mato Grosso criou um canal exclusivo para orientar a população em como proceder em casos de fraudes por meio eletrônico e evitar possíveis situações de estelionato. O objetivo de auxiliar de maneira rápida e objetiva as vítimas de golpes.

O projeto reúne a atuação das unidades especializadas no combate a estelionatos e fraudes eletrônicas – Delegacia Especializada de Estelionato de Cuiabá, Delegacia Especializada de Estelionato de Várzea Grande e Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos, e tem como ideia central divulgar as informações de maneira fácil para que as vítimas tenham acesso rápido e saibam como proceder.

Com as informações disponíveis, a vítima já pode adiantar os procedimentos, conseguindo, por exemplo, recuperar contas em redes sociais, denunciar perfis falsos criados em seu nome e evitar que valores transferidos sejam difundidos para outras contas bancárias.

Comente esta notícia