facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024

16 de Outubro de 2017, 09h:55 - A | A

POLÍCIA / LAÇOS DE FAMÍLIA

Pai tenta separar briga e é morto com facada pelo filho de 17 anos

O menor estava bêbado quando brigou e agrediu outra pessoa. Ele ameaçou matar o rival e esfaqueou o pai no abdômen, quando este tentava impedir o crime.

CAMILA PAULINO
DA REDAÇÃO



O menor de 17 anos, identificado como M.F.S.J., matou o próprio pai, Manoel Francisco de Souza, de 35 anos, com uma facada, quando ele tentava impedir o filho de matar outra pessoa, com quem estava brigando na rua. O caso ocorreu no bairro Jardim Uirapuru, em Tangará da Serra (251 km de Cuiabá), na noite de sábado (14).

De acordo com informações da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, o menor estava com a mente alterada, como se tivesse feito uso de drogas, quando brigou e agrediu outra pessoa, não identificada. Em seguida ele entrou em casa, pegou a faca e ameaçou sair para matar o rival.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O pai do menor foi atrás do filho com o objetivo de impedir o crime, mas o filho deu uma facada no abdômen de Manoel, que morreu após sofrer forte hemorragia e ter duas paradas cardíacas.

Equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a prestar os primeiros socorros à vítima, mas Manoel morreu ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

O menor foi conduzido pela PM à delegacia da cidade.

Outros casos

Este é o quarto caso de assassinato cometido por filhos em quatro meses em Mato Grosso, e o segundo em cinco dias.

No dia 9 de outubro, Marlan João da Silva matou o próprio pai Derci João da Silva, de 57 anos, a facadas, no Distrito Itamarati Norte, em Campo Novo dos Parecis (396 km a Noroeste de Cuiabá). Conforme a Polícia Civil, Derci estava bêbado e tentou matar a própria esposa, quando o filho reagiu e o matou.

Após cometer o crime, Marlan fugiu.

No dia 17 de setembro, em Cuiabá, o enteado de Edivaldo Celestino de Amorin, de 40 anos, o matou com duas facadas após a vítima ter ameaçado de morte a mulher – mãe do executor.

O enteado de identidade não revelada, presenciou o padrasto tentando matar a mãe com uma faca. Ele arrancou a faca das mãos de Edivaldo e o atingiu com duas facadas. Edivaldo chegou a ser socorrido pelo Samu, mas morreu ao dar entrada no Pronto-Socorro de Cuiabá.

Na noite do dia 7 de julho, o menor de 17 anos, atirou e matou o próprio pai (V.N.S., 43 anos) com um disparo de espingarda calibre 32, ao vê-lo ameaçando a mãe (A.A.T., de 36 anos) com um canivete, em Aripuanã (958 km ao Norte de Cuiabá).

O tiro atingiu o abdômen do homem, que não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Leia mais

Homem bêbado ameaça matar esposa; filho reage e mata pai

Mãe recebe ameaças e filho mata padrasto a facadas

Filho mata pai com tiro de espingarda ao ver a mãe ameaçada com canivete

Comente esta notícia